• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Trabalho não pode matar. Curta o “Abril Verde”

cartazabrilverde

Vou ajudar a contagiar a galera online sobre a saúde e prevenção nos ambientes de trabalho, divulgando a campanha Abril Verde http://www.abrilverde.com.br/. Quem labuta no País não deve ficar alheio à dura realidade dos acidentes de trabalho e dos agravos à saúde gerados por ambientes insalubres e agentes contaminantes. Se há falta de gestão de SST, falta prevenção. Com um aninho de vida, o que, nas redes sociais, equipara-se há 10, a campanha Abril Verde tem fôlego para mostrar por que se deve lutar pela prevenção dos acidentes e doenças relacionadas ao trabalho. Por que abril? Em 28 abril de 1969, explosão em uma mina nos Estados Unidos matou 78 trabalhadores. Em 2003, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) adotou o dia 28 de abril como Dia Internacional em Memória às Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho. Em 2005, essa data também foi reconhecida no Brasil. Para aderir ao Abril Verde, basta divulgar o material nas redes sociais, comparecer aos eventos, informar-se sobre o assunto e, principalmente, mudar de atitude em prol da prevenção.

Ambiciosa, a iniciativa quer deflagrar a cultura da prevenção pelo Brasil e, em abril de 2015, espera que no Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, e no Palácio do Planalto, em Brasília, seja instalada iluminação de cor verde para marcar o mês. A campanha vai incentivar que a cor verde seja assimilada na cabeça do trabalhador brasileiro, significando a prevenção de acidentes e melhores condições de trabalho. E também, na mente do empresário, mostrando que ambientes laborais decentes geram produção e lucro.  O verde como definição de menos danos com ferramentas e máquinas. A ideia da cor é dar passagem à segurança e saúde no trabalho. “Queremos menos dias de trabalhadores parados por causa de acidente, tendo orgulho do produto que produz ou serviço que presta à sociedade”, afirma Adir de Souza, presidente do Sindicato dos Técnicos de Segurança do Estado do Paraná (Sintespar).

A campanha já colhe resultados práticos com a lei que tornou abril o mês da prevenção de acidentes do trabalho, criado pela Câmara Municipal de João Pessoa, na Paraíba. Na cidade de Chapecó Oeste, em Santa Catarina, o Conselho Municipal de Saúde da cidade instituiu também o Abril Verde. Em um ano, foram realizados 76 eventos em empresas, universidades, sindicatos, com dezenas de líderes da campanha, concedendo entrevistas a rádios e TVs.

Este ano, a campanha conta com o apoio do Ministério do Trabalho e Emprego, Fundacentro e sindicatos de trabalhadores. Internauta, agora é com você!

 Por Emily Sobral

13 Comentários

  1. Adir de Souza

    Emily Obrigado pela ajuda e parabéns pelo belo texto, quem sabe os colegas abracem este movimento e se apropriem desta causa que é nossa, para criamos em nosso país a Cultura da prevenção evitando Acidentes e agravos a saúde dos trabalhadores, que a grande mídia não fala, fazer com que a autoridades voltem seus olhares para este Tema,
    e nossa Central Sindical já manifestou Apoio a UGT União Geral dos Trabalhadores que é a 3ª maior Central Sindical do país com mais de 1.200 Sindicatos filiados, e em Breve irão ajudar a Divulgar a nova página do Abril Verde que está sendo Elaborada, e a todos os colegas que realizarem eventos este anos no mês de Abril vamos enviar um Certificado

  2. Sara Cardoso Pereira

    Ainda Estou me Formando Neste Ramo Que Tende a Se Espalhar Por Todo o Brasil, e Fico Muito Feliz Em Saber Que Existem Profissionais Assim Como Você ,Verdadeiramente Preocupados Com a Saúde dos Trabalhadores, e é Tão Satisfatório Saber Que Podemos Contar Com Você Adir de Sousa .
    Obrigada! Um Grande Abraço E Que Deus Te Abençoe Hoje e Sempre…

  3. Pingback: Abril Verde | Segurança Ocupacionales

  4. Demilson Ramos

    SOU DEMILSON RAMOS, RECÉM FORMADO EM SST. DE BELÉM DO PARÁ.

    BOM DIA POVO, VOU FALAR UMA COISA QUE TRAGO COMIGO.
    LAMENTO TODOS OS DIAS POR SABER QUE O EMPREGADOR NÃO É MUITO DIFERENTE DO (EMPREGADO).

    EMPREGADOR NÃO VALORIZA O EMPREGADO E POR SUA VEZ O EMPREGADO EM MUITOS CASOS NÃO VALORIZA A SI MESMO.

    AI ENTRA O TRABALHO DE PESSOAS COMO AO DO SINDICADO DO PARANÁ E OUTROS POR AI A FORA. PREOCUPADOS COM COISAS QUE É PROBLEMA DE TODOS NÓS ( SAÚDE E A SEGURANÇA DE TRABALHADORES DENTRO OU FORA DO ESPAÇO LABORAL.

    BELÉM VAI ENTRAR NA LUTA, EU ESTE ANO ESTAREI EM PRAÇA PUBLICA PANFLETANDO O FATO DO DIA 28 DE ABRIL E O OBJETIVO DA CAMPANHA.

    A VALORIZAÇÃO QUE FALEI NADA MAIS É QUE A INFORMAÇÃO PELA FORMAÇÃO DE UMA CONSCIÊNCIA PROFISSIONAL QUE CADA UM TRABALHO DEVE BUSCAR PARA O SEU PRÓPRIO CRESCIMENTO EM CASA, NA RUA E PRINCIPALMENTE NO TRABALHO.

    VIDA LONGA A TODOS OS SSTs

  5. JANETE

    TRABALHO NA ÁREA DE CONSTRUÇÃO CIVIL A ALGUM TEMPO PERCEBEMOS QUE O QUE FALTA É FISCALIZAÇÃO SUFICIENTE, PARA QUE AS NORMAS SEJAM CUMPRIDAS.

  6. ANTONIO BARBOSA DOS SANTOS

    Feliz ano novo. Que este ano seja realmente de PREVENÇÃO. Que todos nós Prevencionista, nos preocupamos para com a vida dos Colaboradores, conscientizando não somente os trabalhadores, mas e principalmente os empregadores que é de fundamental importância o investimento na Segurança e Saúde do Colaborador. O Brasil, não pode continuar ceifando aqueles que saem para ganhar o sustento, e não conseguem voltar para o ceio da família. Meus parabéns!
    Meu cordial abraço.
    barbosa_pt@ig.com.br

  7. Wilton Ronaldo de Oliveira

    Precisamos urgentemente fazer ecoar essa Campanha ‘Abril Verde’ como alerta para acidentes de trabalho, pois é uma das formas para estarmos motivando a todos os envolvidos a adotar medidas preventivas para a realização de seus trabalhos. Com base nas informações sobre a Campanha, vejo que em 2014 ocorreram 2.783 óbitos causados por acidente de trabalho, esse nº dividido por 365 dias do ano, resulta em 7,62 MORTES POR DIA.
    Parabéns pela iniciativa e grande abraço a todos.
    wiltonwrle@hotmail.com

Deixe uma resposta



This blog is kept spam free by WP-SpamFree.