• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

2020 vem aí! Tente ser positivo!

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Classifico este ano como o “Diabo de calçolão”, porque retirar um país, com as dimensões geográficas do Brasil, do buraco, e ainda com uma classe política abaixo da crítica, não é fácil para nenhum governo bem-intencionado. Assim, vimos uma nação com desemprego alto e um povo sofrido,

Além daquele abraço, garis precisam de proteção aos riscos

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

A contribuição do trabalho dos garis à população é colossal, pois higiene é sinônimo de saúde. Pena que muita gente seja mal-educada, jogando lixo na rua. Ao recolher os resíduos das famílias, os coletores de lixo estão expostos a diversos riscos. Geralmente contratados por empresas privadas que prestam serviços às prefeituras,

Segurança do trabalho para quê?

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Sem textão e indo direto ao assunto, hoje faço uma reflexão sobre a aplicação da segurança do trabalho nas empresas. O setor encarregado de colocar em prática as medidas de prevenção contra as doenças e acidentes de trabalho segue a legislação e as normas regulamentadoras vigentes no País.

Em acidente de trabalho, a indenização também é (muito) necessária

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Todo mundo sabe que existe trabalhador no Brasil que adora ir atrás dos “meus direitos” na Justiça do Trabalho. Às vezes, por meio dos advogados, entra com um processo, levando demandas altamente irreais e até por vingança do patrão, que tanto lhe vez mal, enquanto trabalhou na ‘firma’.

Hoje homenageio os engenheiros e técnicos de segurança do trabalho lançando o Papo-furado, podcast de segurança do trabalho, que completa a trilogia do Prevenir Sempre Pod

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Hoje, convido meus leitores a ouvirem o primeiro episódio do Papo-furado, que fiz com minha querida Dorothea Piratininga, que pensa que não entende nada de segurança do trabalho, mas entende sim, muito mais do que muita gente.

CLIQUE NO PLAY DO THUMBNAIL ABAIXO E OUÇA

Análise ergonômica fora da gaveta

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Acho muito chic aquelas empresas que se preocupam em oferecer um mobiliário e equipamentos de trabalho com base na ergonomia. Evidentemente acho bacana o uso da ergonomia porque sei seu conceito de maneira ampla, que é a ciência que estuda a relação entre homem e o trabalho,

Faça o que está prescrito em vez de inventar

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Trabalhador que exerce suas atividades em qualquer área cumpre regras, procedimentos e rotinas, que são prescritos, ou seja, determinados pelas organizações.  Mas, normalmente, os empregados executam atividades que ultrapassam o que foi previamente estabelecido para as tarefas. É óbvio e natural que isso aconteça. Porém, na área de segurança,

Trabalhe a distância com segurança contra os riscos ergonômicos

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

O trabalho a distância foi regulamentado em 2017, quando começou a vigorar a nova lei trabalhista. O chamado home office é formalizado com o empregador via contrato, que deve fornecer equipamentos e gastos com energia e internet ao empregado. O controle do trabalho deve ser feito por atividade e não por horário.

Quem deve pagar o auxílio-doença? Vem mais mudanças por aí

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Como é que o governo bate na tecla de que usará de políticas públicas para tirar das costas das empresas um excessivo custo de operação e obrigações trabalhistas e vem com essa história de passar o auxílio-doença, hoje uma obrigação do INSS, para as empresas? O governo defende passar o pagamento do auxílio-doença do INSS para as empresas?

Insalubridade: empresas precisam conhecer e cumprir a lei

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Há questões legais apontadas pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e normas regulamentadoras relacionadas ao ambiente ocupacional insalubre. Esses ambientes expõem o trabalhador a agentes nocivos, como físicos, químicos ou biológicos, capazes de causar danos à saúde. Exemplos de agentes: calor, frio, umidade, radiações ionizantes e não-ionizantes etc.