• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Leilão do pré-sal e prevenção em plataformas de petróleo

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

A notícia boa deste mês foi sobre as licitações promovidas pelo governo para os campos de petróleo, envolvendo vários blocos nas bacias marítimas, e relacionadas ao pré-sal. Para o Brasil sair do buraco é preciso investimento e emprego. O lengalenga de que “o Petróleo é Nosso” é coisa de mentes retrógradas e ideológicas.

Emergência correta aos acidentes com queda de altura

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

A norma regulamentadora 35 (NR 35), de segurança para trabalhos em altura, estabelece que a empresa promova capacitação e treinamento aos trabalhadores que executam atividades acima de dois metros do nível do solo. Além disso, há várias medidas de prevenção aos riscos de quedas, o que não impede que algumas emergências aconteçam.

É melhor implantar ferramentas para a prevenção de acidentes, em vez de chorar a perda de trabalhadores

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Todo mundo conhece a fama do brasileiro de só colocar a tranca na porta depois que foi invadido e roubado. Então, vamos entender essa lógica enviesada para a segurança do trabalho nas empresas.

Nem mesmo a obrigatoriedade das normas regulamentadoras de segurança empolga os empregadores, pois consideram gastos em vez de investimento.

Corra e entenda da NR 37, antes que seja extinta

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Certa feita, o grande compositor e cantor Tom Jobim disse: “o Brasil não é para principiantes”. Por que lembro Tom para falar de segurança do trabalho? Pois bem, imagine os profissionais de SST sem saberem se as normas regulamentadoras vão ser extintas pelo atual governo,

Hierarquia no Sesmt

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Entre as especulações sobre as mudanças das normas regulamentadoras (NR) no governo Bolsonaro está a NR 4, que criou o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT).

Quem trabalha com segurança do trabalho, com certeza, precisa referir-se ao Sesmt muitas vezes por mês.

Comissões tripartites vão acabar?

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

No início da semana, consultei o experiente José Augusto Silva Filho, que é consultor e técnico de segurança do trabalho, com larga experiência em inúmeros ramos de atividade, além de diretor de Relações Institucionais da Associação Brasileira dos Técnicos de Segurança do Trabalho (ABRATEST),

Profissional de segurança do trabalho acima da média e sem ser tosco

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Ao longo de dez anos cobrindo continuamente o setor de saúde e segurança do trabalho entrevistei muitos profissionais e suas especialidades, desde engenheiro e técnico de segurança do trabalho, médico do trabalho, ergonomista, perito etc.

A equipe que trabalha no Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT) é multidisciplinar.

Sem Mapa de Risco, a empresa pode ser multada

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Por que é tão importante uma empresa colocar em local de fácil acesso seu mapa de riscos, que é a representação gráfica dos perigos existentes no ambiente de trabalho? Ora, porque é imperativo e um dever do empregador informar tanto os trabalhadores como os visitantes sobre os riscos do local e as formas como controlá-los.

Gestor de segurança não pode pensar que produto químico é água

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

A indústria química, que processa e armazena produtos, deve ter uma gestão de segurança ambiental e ocupacional impecável. Cumprir com as normas regulamentadoras para prevenir acidentes que possam vitimar trabalhadores deve ser uma premissa gerencial.

A grande verdade é que os elementos químicos são danosos à saúde e,

Acidente de trabalho em Brumadinho, MG. Este blog reafirma seu slogan: “segurança do trabalho: o que vale é a prevenção”, mas a Vale não pensa assim

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Estou cobrindo o setor de segurança do trabalho há exatos 10 anos. De lá até hoje o que vejo são as empresas que cumprem as normas regulamentadoras de segurança ocupacional porque são obrigadas, para não serem fiscalizadas e multadas. Sim, há muitas companhias que entendem que investir em saúde e segurança de seus trabalhadores reduz afastamentos e punições.