• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Além daquele abraço, garis precisam de proteção aos riscos

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

A contribuição do trabalho dos garis à população é colossal, pois higiene é sinônimo de saúde. Pena que muita gente seja mal-educada, jogando lixo na rua. Ao recolher os resíduos das famílias, os coletores de lixo estão expostos a diversos riscos. Geralmente contratados por empresas privadas que prestam serviços às prefeituras,

Profissionais de saúde: prevenir sempre pode, e deve!

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

As irregularidades que representam risco de segurança e saúde dos trabalhadores em serviços de saúde precisam ser combatidas.

Veja bem, um hospital, por exemplo, é um ambiente de trabalho bastante complexo. Há riscos de acidentes com material biológico, decorrente de um instrumento perfurocortante. Além dos hospitais,

Ergonomia vinculada ao PCMSO, está ou não correto?

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Com relação às mudanças das normas regulamentadoras de segurança do trabalho propostas pelo governo Bolsonaro, hoje vou opinar sobre essa ‘sopa de letrinhas’ que são os programas obrigatórios a serem elaborados pelas empresas como forma de prevenir doenças e acidentes nos trabalhadores, em função dos riscos aos quais estão expostos em determinados ramos de atividade.

Empresa séria contrata médico do trabalho para elaborar o PCMSO

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

A primeira ‘sopa de letrinhas’ que ouvi quando comecei a trabalhar na redação da revista CIPA foi o PCMSO.

Oi? Sim, o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional, uma obrigação das empresas para com seus funcionários. Se há controle médico, obviamente o responsável pelo programa deve ser o médico do trabalho.

Trabalhador ‘comportado’ não sofre acidente. O quê

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Na minha opinião, tudo que dá errado neste planeta, tem o dedo do ser humano. Evidentemente, nesta lógica, tudo que dá certo, também é fruto do bem que o homem promove. Agora, se há um Ser Superior que poderia transformar a Terra em paraíso, aí não entro no mérito,

FAP para 2020. Empresas, fiquem ligadas!

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Quando trabalhava na redação da revista CIPA escrevi muitas matérias sobre o Fator Acidentário de Prevenção (FAP), que havia entrado em vigor em 2010, um dispositivo criado pelo governo para distinguir as empresas que investem na saúde e segurança de seus trabalhadores. Empresas com menos acidentes de trabalho,

eSocial: minha última homenagem ao sistema que já foi para o arquivo morto

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Criado em 2010, implantado efetivamente em 2018, o programa do governo federal para o envio das prestações de contas das empresas em suas obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas, o eSocial, recentemente extinto, que dê-se por satisfeito se entrar para os anais da história.

Ironias à parte,

Xô descarga elétrica!

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Criar um ambiente de trabalho livre de riscos é dever de todos, mas, na prática, isso não existe, pois não há céu na terra, se é que me entendem. Entretanto, os programas de saúde e segurança do trabalho baseados nas normas regulamentadoras e legislações conseguem, sim, minimizar e controlar os diversos riscos dos ambientes profissionais.

Ergonomia e segurança aos trabalhadores rurais para que o agronegócio cresça ainda mais. O País agradece!

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Não há como negar a importância do agronegócio para a economia brasileira. Não estimulo a polarização entre produtores rurais, ambientalistas e trabalhadores rurais, não. O que reconheço é que existe um elevado número de doenças ocupacionais e acidentes de trabalho no campo, recorrentes, de má utilização de ferramentas,

Profissional de SST que não se comunica, socorre trabalhador acidentado

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

É inegável que a comunicação é um recurso essencial nas gestões de saúde e segurança do trabalho das empresas. Como explicar, por exemplo, ao operador de máquinas que ele deve usar os equipamentos de proteção individual durante toda a realização da tarefa? Pela comunicação, obviamente, porque não se pode obrigar,