• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Revisão das NRs: o trabalho das comissões continua a todo vapor

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Quando saiu a notícia de que o governo Bolsonaro revogaria noventa por cento das normas regulamentadores de saúde e segurança do trabalho, o setor de SST ficou em polvorosa. Meu Deus, o governo quer aumentar o número de acidentes e doenças do trabalho? Aos poucos, os fatos foram mostrando que a ‘revogação’,

Giro no mundo do EPI

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Hoje vou dar um giro rápido sobre os diversos tipos de equipamentos de proteção individual (EPIs).  Essenciais à integridade física em inúmeros setores que expõem trabalhadores a riscos, os EPIs precisam ser bem especificados. Obviamente os produtos devem ser fornecidos sem custo e repostos quando necessário.

Mudança nas NRs: é preciso haver clareza e aplicabilidade, pois segurança não deve ser custo, mas investimento

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Sem dúvida, a área de saúde e segurança do trabalho vive um momento de expectativa em função da reforma normativa iniciado pelo Governo Federal, que fará profundas mudanças no setor. Normas regulamentadoras sendo revistas ou extintas trazem a ânsia de saber se será a política deste governo um incentivo à permissividade dos empregadores em não proteger a segurança dos seus empregados.

LOPA, análise da ‘cebola’, que busca proteção em ambientes ocupacionais

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Entre as técnicas de avaliação de risco voltadas às atividades laborais, a análise do tipo LOPA (Layer of Protection Analysis), conhecida por Análises de Camadas de Proteção, caracteriza-se por ser uma técnica semiquantitativa, em que se avaliam os cenários de risco, conta frequências e analisam sua tolerabilidade de risco para decidir sobre as ações de proteção.

Condições de trabalho em presídios precisam fazer parte das medidas de Moro

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Não é mais novidade que o Brasil de hoje está polarizado politicamente. No setor de segurança pública, por exemplo, as divergências são extremadas e há até apoiadores de corruptos e bandidos, que juram de pés juntos que estão certos. As ONGs de direitos humanos estão sempre denunciando os excessos das forças de seguranças contra os bandidos.

Trabalhador em espaços confinados precisa de proteção para não entrar pelo cano

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

O trabalho em espaços confinados é bastante arriscado, pois como o próprio nome diz, o lugar confinado é um ambiente que não foi projetado para ocupação humana contínua, e possui meios limitados de entrada e saída, cuja ventilação existente é insuficiente para remover contaminantes ou onde possa existir a deficiência ou enriquecimento de oxigênio.

Nova NR 3: embargo ou interdição sem risco de descaso, excessos e injustiças

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Acredito que a Norma Regulamentadora – NR 3, que trata de embargo e interdição, era o terror para os engenheiros responsáveis por obras. Necessária, é claro, pois há empresas no Brasil que não cumprem as mínimas e preventivas medidas para a segurança dos operários.

O auditor fiscal,

Xô descarga elétrica!

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Criar um ambiente de trabalho livre de riscos é dever de todos, mas, na prática, isso não existe, pois não há céu na terra, se é que me entendem. Entretanto, os programas de saúde e segurança do trabalho baseados nas normas regulamentadoras e legislações conseguem, sim, minimizar e controlar os diversos riscos dos ambientes profissionais.

Avaliação psicológica do trabalhador em altura é obrigatória?

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Quando escrevo sobre o trabalho em altura, costumo pinçar os pontos mais controversos na área de prevenção contra acidentes. Hoje, trago a questão da avaliação psicológica, se é necessária, obrigatória ou recomendável ao trabalhador que sobe a mais de dois metros de altura para executar uma tarefa.

Onde está o risco ocupacional?

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Reconhecer os agentes nocivos presentes em ambientes produtivos é etapa inicial, que antecede as medidas de proteção e prevenção. O reconhecimento dos riscos significa identificá-los e quais os trabalhadores estão expostos de forma qualitativa. Além de identificar o tipo, deve-se precisar a quantidade, sabendo se os níveis estão acima ou não do limite de tolerância,

12