• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Segurança do trabalho para quê?

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Sem textão e indo direto ao assunto, hoje faço uma reflexão sobre a aplicação da segurança do trabalho nas empresas. O setor encarregado de colocar em prática as medidas de prevenção contra as doenças e acidentes de trabalho segue a legislação e as normas regulamentadoras vigentes no País.

Gestores de segurança: encomendem saúde e segurança aos carteiros

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

O serviço postal do Brasil está na berlinda: privatiza ou não privatiza? Os carteiros que são funcionários da estatal Correios, com certeza, não querem. Os carteiros contratados das empresas privadas franqueadas devem querer, pois sabem que os servidores públicos têm muitos privilégios. Mas, todos, independentemente do regime de contratação,

ISO 45001, pela saúde e segurança do trabalho

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Adotar um sistema de gestão de saúde e segurança no trabalho (SST) permite que uma empresa forneça locais de trabalho seguros e saudáveis, evitando lesões e problemas de saúde relacionados ao trabalho. Estou sendo óbvia? É claro que não, afinal, a falta de prevenção em ambientes laborais provoca mais de 700 mil acidentes de trabalho por ano no Brasil,

Trabalho em altura oferece riscos aos empregados, resultando em tragédia nos ambientes ocupacionais

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

A segunda série do Prevenir Sempre Pod, o podcast sobre acidente de trabalho, produzido por mim, juntamente com Dorothea Piratininga e Eduardo Elias, tratou sobre a proteção contra os acidentes de trabalho por quedas de altura.

Pautamos a série, pois a ocorrência desse tipo de infortúnio laboral é bastante frequente,

FAP para 2020. Empresas, fiquem ligadas!

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Quando trabalhava na redação da revista CIPA escrevi muitas matérias sobre o Fator Acidentário de Prevenção (FAP), que havia entrado em vigor em 2010, um dispositivo criado pelo governo para distinguir as empresas que investem na saúde e segurança de seus trabalhadores. Empresas com menos acidentes de trabalho,

No trabalho não pode haver escravidão nem violência

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Estar desempregado fere a dignidade humana. Mas ter trabalho e sofrer violência no local que deveria ser um ambiente de realização profissional é também uma degradação ao trabalhador.

Sim, apresento a questão das violências no trabalho que precisam ser identificadas e combatidas, especialmente com políticas de prevenção.

Xô descarga elétrica!

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Criar um ambiente de trabalho livre de riscos é dever de todos, mas, na prática, isso não existe, pois não há céu na terra, se é que me entendem. Entretanto, os programas de saúde e segurança do trabalho baseados nas normas regulamentadoras e legislações conseguem, sim, minimizar e controlar os diversos riscos dos ambientes profissionais.

Saúde mental deve ser prioridade em programa de SST

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Quem é da área de saúde e segurança do trabalho reconhece que hoje a saúde mental tem sido um tema de crescentes discussões no ambiente de trabalho. Afinal, os transtornos mentais estão entre as principais causas de afastamentos do trabalho no mundo.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde,

Aposentadoria especial com a PEC 006/2019: como ficará?

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Como todo trabalhador, inclusive aquele que já passou dos 50 anos, estou interessada na discussão nacional envolvendo a reforma da Previdência, com a PEC 006/2019, já aprovada na Câmara Federal, e prestes a ser votada no Senado. Mas, para trazer este tema neste blog, que trata de saúde e segurança do trabalho,

Programas de prevenção devem ser fundamentados na cultura da segurança

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Para garantir a proteção e segurança do trabalhador, as empresas precisam elaborar programas de segurança e saúde no trabalho orientados ao atendimento à legislação sobre o tema. No entanto, os programas meramente legalistas, submetidos à fiscalização do estado, não são suficientes para garantir a efetiva preservação da integridade física e psicológica dos empregados.