• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Revisão das NRs: parou, parou por quê?

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Acho extremamente desagradável a pandemia do ‘vírus chinês’ ter trazido como consequência a síndrome da ‘terra parada’ ou o ‘fique em casa’ indefinidamente. No setor de SST, que nos interessa neste blog, que com o novo governo estava indo bem, especialmente por causa da série de mudanças nas Normas Regulamentadoras (NRs),

Médico do trabalho com a nova NR 7: protagonista

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Os profissionais de segurança do trabalho acompanham o trabalho de modernização das normas regulamentadoras. Muitas NRs já passaram pelo processo de modificação pelo grupo tripartite, com representantes de trabalhadores, patrões e governo. Mesmo com o furdunço causado pela pandemia do Covid-19, o trabalho não foi suspenso.  Logicamente,

Perigo e risco no contexto de segurança do trabalho têm conceitos diferentes

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Vou parar, pelo menos hoje, com os textos relacionados à saúde e segurança do trabalho entremeados com política. Reconheço que isso tem a ver com o filósofo Aristóteles, que afirmava que o ‘homem é um animal político’, e também sou um animal (racional), político, não é mesmo?

NRs: revisão necessária continua, sem contestações

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

O processo de revisão das normas regulamentadoras continua sendo conduzido pela Secretaria de Inspeção do Trabalho, do Ministério da Economia, em Brasília. Objetivo: simplificar e adequar os requisitos de proteção e segurança aos trabalhadores, de acordo com a atual realidade dos setores produtivos, além de criar um ambiente mais desburocratizado,

Revisão das NRs: o trabalho das comissões continua a todo vapor

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Quando saiu a notícia de que o governo Bolsonaro revogaria noventa por cento das normas regulamentadores de saúde e segurança do trabalho, o setor de SST ficou em polvorosa. Meu Deus, o governo quer aumentar o número de acidentes e doenças do trabalho? Aos poucos, os fatos foram mostrando que a ‘revogação’,

2020 vem aí! Tente ser positivo!

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Classifico este ano como o “Diabo de calçolão”, porque retirar um país, com as dimensões geográficas do Brasil, do buraco, e ainda com uma classe política abaixo da crítica, não é fácil para nenhum governo bem-intencionado. Assim, vimos uma nação com desemprego alto e um povo sofrido,

Mudança nas NRs: é preciso haver clareza e aplicabilidade, pois segurança não deve ser custo, mas investimento

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Sem dúvida, a área de saúde e segurança do trabalho vive um momento de expectativa em função da reforma normativa iniciado pelo Governo Federal, que fará profundas mudanças no setor. Normas regulamentadoras sendo revistas ou extintas trazem a ânsia de saber se será a política deste governo um incentivo à permissividade dos empregadores em não proteger a segurança dos seus empregados.

Profissionais de saúde: prevenir sempre pode, e deve!

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

As irregularidades que representam risco de segurança e saúde dos trabalhadores em serviços de saúde precisam ser combatidas.

Veja bem, um hospital, por exemplo, é um ambiente de trabalho bastante complexo. Há riscos de acidentes com material biológico, decorrente de um instrumento perfurocortante. Além dos hospitais,

PCMAT aos operários, com amor!

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Dando sequência aos posts que tratam das ‘sopas de letrinhas’, e em virtude da modernização das Normas Regulamentadoras (NRs), hoje explicarei sobre o Programa de Condições e meio Ambiente de Trabalho na Indústria de Construção (PCMAT). Primeiramente, o PCMAT é uma obrigação proveniente da NR 18, que trata das diretrizes de segurança na indústria da construção civil.

Limite ao calor de ambientes ocupacionais

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Entre os agentes nocivos dos ambientes de trabalho, o calor, que está presente em siderúrgicas, forjarias e em tarefas desenvolvidas a “céu aberto”, como na construção civil, precisa de avaliação da exposição ocupacional.

Uma das recomendações de medidas preventivas mais importantes é a aplicação de limites de tolerância.