• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Como será a volta ao trabalho presencial?

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Depois de ficar em casa por três meses, exercendo suas atividades em home office, por causa da pandemia do ‘vírus chinês’, qual poderá ser a primeira atitude do trabalhador que retorna presencialmente ao seu ambiente laboral? Como será o encontro com os colegas de trabalho?

Em meio à pandemia, servidores do governo em SST fazem a parte que lhes compete: orientar sobre prevenção

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Se por um lado, a pandemia causada pela Covid-19 tem encoberto as ações das equipes tripartites que promovem as alterações das normas regulamentadoras de segurança do trabalho, por outro, os profissionais de SST estão zelosos quanto às orientações aos trabalhadores que correm risco de contaminação. Assim, a Fundacentro e a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho anteciparam-se e lançaram a cartilha “Prevenção à Covid-19 – Proteção respiratória: orientações de uso frente à Covid-19”.

Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público do Trabalho quer colocar água na revisão das NRs

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

O Brasil não é para amadores. Antes e durante a pandemia do Covid-19, a Secretaria de Trabalho e Previdência do Ministério da Economia conduzia de forma tripartite e, utilizando o critério de consulta pública, a revisão das normas regulamentadoras.

Muitas já foram revistas, aprovadas e publicadas.

Qualidade dos EPIs está ameaçada?

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Enquanto o Congresso Nacional não votar a Medida Provisória Nº 905, que institui o Contrato de Trabalho Verde e Amarelo, e faz alterações na legislação trabalhista e previdenciária, muitos assuntos não podem ser classificados com o selo de resolvido.  Especificamente ao setor de SST, o item da MP que dispõe sobre a extinção do Certificado de Aprovação (CA) dos equipamentos de proteção individual (EPIs),

Metrô perde na Justiça por causa de acidente de trabalho envolvendo sinalização de segurança

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Publiquei um post recente sobre a nova norma de segurança do trabalho, chamada de GRO (Gerenciamento de Risco Ambiental), que vem sendo considerada a ‘salvação da lavoura’. Isso porque institui o gerenciamento de riscos como garantia à saúde e segurança do trabalhador brasileiro, como ferramenta a ser utilizada em todos os setores produtivos.

NR12: os grupos antagônicos foram pacificados?

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

A norma regulamentadora 12 (NR 12), que trata de segurança de máquinas e equipamentos, sempre gerou confrontação entre governo e trabalhadores, de um lado, e empresários, de outro. A Confederação Nacional da Indústria (CNI), por exemplo, reclamava das excessivas exigências que oneravam os custos das empresas, enquanto seus antagonistas diziam que os industriais não se preocupavam com a segurança dos trabalhadores.

No trabalho, as mãos devem ser protegidas todos os dias

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Eu, Dorothea Piratininga e Eduardo Elias gravamos recentemente um episódio do Prevenir Sempre Pod, nosso podcast de segurança do trabalho, para ressaltar a importância da segurança das mãos dos trabalhadores. Mãos são, na verdade, ferramentas naturais indispensáveis para todo tipo de trabalho, seja operando máquinas pesadas ou computadores.

Portaria estabelece condições sanitárias e de descanso aos motoristas de transporte rodoviário de passageiros e de cargas. Façam suas apostas se haverá cumprimento

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Todos sabemos que o Brasil é o país das leis que ‘pegam’ ou ‘não pegam’. Nosso arcabouço legal abarca portarias, decretos, normas e vários tipos de ‘mandamentos’ ao mesmo tempo, sempre com as sanções dos governantes com cargos públicos de plantão. Pergunto: quando as decisões não são cumpridas,

Mudança nas NRs: é preciso haver clareza e aplicabilidade, pois segurança não deve ser custo, mas investimento

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Sem dúvida, a área de saúde e segurança do trabalho vive um momento de expectativa em função da reforma normativa iniciado pelo Governo Federal, que fará profundas mudanças no setor. Normas regulamentadoras sendo revistas ou extintas trazem a ânsia de saber se será a política deste governo um incentivo à permissividade dos empregadores em não proteger a segurança dos seus empregados.

Trabalhador ‘comportado’ não sofre acidente. O quê

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Na minha opinião, tudo que dá errado neste planeta, tem o dedo do ser humano. Evidentemente, nesta lógica, tudo que dá certo, também é fruto do bem que o homem promove. Agora, se há um Ser Superior que poderia transformar a Terra em paraíso, aí não entro no mérito,