• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Projeto para obrigatoriedade de EPI. Será que os deputados não sabem que já existe essa obrigatoriedade?

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Parece perda de tempo certos projetos criados pelos deputados em Brasília. Ora, todos os profissionais que fazem a gestão de segurança do trabalho nas empresas conhecem, de trás para frente, a norma regulamentadora 6, a NR 6, que trata especificamente dos equipamentos de proteção individual. Está lá no texto: “6.1 Para os fins de aplicação desta Norma Regulamentadora –

Motoboys estão comprometendo a saúde auditiva

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Com a famigerada pandemia do ‘vírus chinês’, o planeta virou de pernas para ar. As acomodações trabalhistas escancararam-se, como, por exemplo, o home office, e a necessidade de pedir comida pelos aplicativos I food e Rappi, com os alimentos chegando rapidinho por causa dos motoboys. Quem não vê esses trabalhadores em cima de uma motocicleta correndo de um lado para o outro?

Direitos para os entregadores de aplicativo: se houver trabalho, é claro!

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Não digo nada nem omito opinião, apenas informo aos meus leitores: o Projeto de Lei 3577/20, do deputado Márcio Jerry (PCdoB-MA), cria direitos para os entregadores de aplicativos e tramita na Câmara dos Deputados. O texto considera empregado vinculado à empresa o profissional que, por meio de operadoras de aplicativos de entrega,

É preciso prevenir a fadiga dos pilotos de avião, não é mesmo, passageiros?

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

 

Quem disser que só há glamour na profissão de piloto de avião, não imagina o que é exercer uma função que exige muita atenção e capacidade de agir com frieza em situações imprevistas.

O piloto de avião, que tem sob sua responsabilidade a vida de centenas de passageiros,

Motoristas de caminhão não podem terminar a vida sofrendo no Uber, não!

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Conheci um motorista de Uber que precisa fazer uma cirurgia na coluna o mais urgentemente possível. Entre outros diagnósticos, tem o famigerado ‘bico de papagaio’ que tanto lhe causa dores. Ainda trabalhando como motorista de aplicativo, pois aguarda ser chamado para a cirurgia pelo Sistema Único de Saúde,

Motofrentista, previna-se contra um corte no pescoço por linha de cerol

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Mesmo com os celulares reinando absoluto entre a molecada, quando chegam as férias, certas brincadeiras voltam à moda. Exemplo: soltar pira ou raia. Assim, dou uma dica aos motoqueiros e motoqueiras: se ainda não instalaram a antena pega-cerol em tempos de pipa, façam isso agora.

Quem solta balão que causa incêndio deveria arder ‘no mármore do inferno’

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Vamos falar sério, agora! Quem solta balão que resulta num incêndio de grandes proporções deveria, quando morrer, arder no mármore do inferno, sem trocadilho! No último fim de semana, um ‘sem juízo’ e ainda anônimo, porque a polícia não conseguiu identificar o criminoso,

Por que as mortes por acidente de trabalho voltaram a crescer no Brasil?

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

O que mais incomoda é ver o Brasil dando passos à frente, para depois vê-lo retroceder em seus avanços. Na área de segurança do trabalho, o País vinha reduzindo o número de mortes por acidente de trabalho. Só que após cinco anos em queda,

Gestantes estão livres pelos paladinos do STF de trabalhar em local insalubre

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Como a maioria dos brasileiros, também tenho inúmeras restrições às decisões do Supremo Tribunal Federal (STF). Os onzes togados acham-se acima do bem e do mal, comem lagostas com nosso dinheiro e, pior, nos últimos tempos decidiram legislar, o que é apenas uma prerrogativa do poder legislativo.

Quem pode ajudar as marisqueiras do Nordeste? O poder público? Então, senta e espera

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

O trabalho da pesca artesanal, em especial a extração de mariscos, realizada predominantemente por mulheres, as chamadas marisqueiras, acarreta doenças e acidentes de trabalho. O desgaste e o sofrimento em função da jornada de trabalho excessiva presente nessa modalidade laboral atingem mais de 50 mil famílias no Nordeste.

12