• Extingue
    Extingue
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Tragédia com fogo é triste, e com frio, também

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Creio que o incêndio ocorrido no centro de treinamento do Flamengo, no Rio de Janeiro, que resultou na morte de 10 jovens atletas, repercuta psicologicamente nas pessoas, que reconhecem a tragédia com fogo como um dos piores acontecimentos humanos.

Contraditoriamente, esta semana fiquei tocada com um acidente de trabalho ocorrido numa câmara fria de um estabelecimento comercial em Várzea Grande,

Brasil sem incêndios. Um dia isso será possível?

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Vou ‘chover no molhado’ para falar do Brasil, ainda que este post aborde incêndios, fogo e suas causas. O País não tem cultura de prevenção porque o brasileiro não aprende a prevenir-se nem depois de roubado. É o tal do jeitinho que se traduz nas gambiarras tão prejudiciais à segurança das pessoas e das edificações.

Brumadinho e CT do Flamengo. Qual a lição a ser tomada?

Hoje, sexta-feira, cedo espaço para Leandro Melero, analista de segurança do trabalho na Porto Seguro, que me substitui no lavor diário, trazendo um texto original e opinativo. Com o post, Melero faz uma excelente reflexão sobre a negligência, que é bem diferente de fatalidade.

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Por Leandro Melero

Em tragédias de comoção nacional como as do Córrego do Feijão em Minas Gerais e Ninho do Urubu no Rio de Janeiro,