• Extingue
    Extingue
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Risco presente aos trabalhadores de escritório

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Todos sabem que trabalhar na construção civil significa correr risco de acidentes que são recorrentes. Já no caso do empregado de escritório, seja lá de que setor for, também existe uma situação perigosa frequente: ficar muito tento sentado. Pois é, em função disso muitos trabalhadores adquirem dores nas costas.

Risco de acidentes de quem trabalhar em pé

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Ai, ai, trabalho sentada por 8, 10 ou 12 horas até, tudo depende das matérias que tenho que escrever. Resultado: dores constantes na lombar. E qual solução tomei? Segui o conselho do ortopedista que me indicou aulas de Pilates. De fato, é uma terapêutica eficaz.

Brasil, um país que nem todos os trabalhadores afastados por LER/Dorts conseguem fazer fisioterapia

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Ninguém duvida que o tratamento de fisioterapia é benéfico à recuperação dos trabalhadores afastados por lesões por esforço repetitivo (LER) e distúrbio osteomuscular relacionado ao trabalho (DORT).

Mas, no Brasil, infelizmente, os trabalhadores em licença médica por causa de doença osteomuscular não estão tendo acesso à fisioterapia pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

A falta que faz o fisioterapeuta do trabalho

A indústria já abriu as portas, especialmente no ramo metalúrgico e frigorífico, ao fisioterapeuta do trabalho. O excesso de horas seguidas de labuta e os ambientes laborais pouco ergonômicos geram o distúrbio osteomuscular por esforço repetitivo, conhecido por lesão por esforço repetitivo (LER). Segunda maior causa de afastamentos no trabalho no País, a LER não é brincadeira porque atinge a grande maioria de quem trabalha no Brasil.