• Extingue
    Extingue
  • Instituto Treni
    Instituto Treni
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Nova presidente da Fundacentro: minhas impressões sobre ela

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Não li toda a entrevista da presidente da Fundacentro, Marina Brito Battilani, concedida à revista Proteção do mês de maio. Mas já gostei dela. A jovem advogada, que é do Paraná, mudou-se para São Paulo e, em 2012, após aprovação em concurso público, passou a integrar a Procuradoria-Geral Federal da Advocacia-Geral da União. 

SST vai ser alvo de mudanças do governo federal e a gritaria vai ser em tom elevado

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Com a troca de comando no governo federal, era óbvio que propostas de mudanças em muitas áreas fossem apresentadas ao parlamento.  A gritaria da oposição é sempre transloucada e com interesses partidários. Como estamos acompanhando, a briga tem sido de cachorro grande.

Parceria entre Fundacentro e sindicato dos contadores ampliará conhecimento do eSocial às micro e pequenas empresas

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

É claro que uma das missões da Fundacentro é criar uma cultura de prevenção nas empresas brasileiras. E isso é feito por meio de informação de SST, que precisa ser levada não apenas às grandes companhias como também às micro, pequenas e médias empresas.

eSocial não é palhaçada, não

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Empresa que não está acreditando na efetividade do eSocial vai ter problemas sérios. O eSocial é um novo sistema de prestação de informações ao Governo Federal para tornar os processos dentro das empresas mais transparentes e menos complicados. O eSocial começou a ser implantado em etapa cronológica,

App criado por jovens estudantes em segurança no trabalho mostra que o setor pode ser pop

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Estou há 10 anos cobrindo SST (saúde e segurança do trabalho), com o objetivo de elevar o tema no ranking dos interesses nacionais. Mas, que nada! O que tem emplacado como assuntos de relevâncias são empoderamento feminino (credo), realidade aumentada, que mistura o real e o virtual,

Acidente de trabalho em Brumadinho, MG. Este blog reafirma seu slogan: “segurança do trabalho: o que vale é a prevenção”, mas a Vale não pensa assim

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Estou cobrindo o setor de segurança do trabalho há exatos 10 anos. De lá até hoje o que vejo são as empresas que cumprem as normas regulamentadoras de segurança ocupacional porque são obrigadas, para não serem fiscalizadas e multadas. Sim, há muitas companhias que entendem que investir em saúde e segurança de seus trabalhadores reduz afastamentos e punições.

‘Caderno’ da Fundacentro sobre a saúde dos professores: nota 10 em intenção

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

O Caderno de formação: Saúde no trabalho em educação, organizado pelos pesquisadores Cristiana Mara Bonaldi, Cristiane Bremenkamp Cruz e José Agostinho Correia Junior, foi lançado ainda pelo extinto Ministério do Trabalho, em 2018. Antes de opinar sobre a publicação, ressalto que acredito que a atuação dos servidores que lidam com as questões de segurança do trabalho não vai parar porque esse ministério foi incorporado ao da Economia.

Lei dos Caminhoneiros é desrespeitada, e o resultado é bem conhecido: acidentes

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Naturalmente, não é todo dia que há fiscalização sobre a jornada de trabalho de caminhoneiros. O problema é que quando há, os fiscais constatam irregularidades que colocam em risco tanto a integridade física dos trabalhadores, como a de passageiros. Em 2015, o governo publicou a Lei dos Caminhoneiros,

Adoecimento mental do trabalhador, que causa afastamento, precisa voltar aos níveis de antigamente

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Hoje, mais do que nunca, o setor de segurança e medicina do trabalho das empresas está diante de uma realidade que assusta. Trata-se do transtorno mental apresentado pelos trabalhadores. De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), entre 35% a 40% da população trabalhadora ativa apresenta algum tipo de psicopatologia.

Conviver com a violência urbana enquanto trabalha dá direito à indenização pelo empregador?

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Vivemos tempos estranhos em que é possível ter medo de ficar desempregado e, ao mesmo tempo, também de aceitar uma proposta de emprego em que sua função o deixará exposto ao risco de violência.

Refiro-me aos trabalhadores que convivem com a violência urbana em função de suas atividades,

12