• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Se processos produtivos mudam, os riscos também

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Um dos papeis mais importantes do setor de segurança do trabalho é fazer as avaliações periódicas nos ambientes ocupacionais quando há mudança nos métodos de produção. Por exemplo, muitas indústrias possuem plantas em lugares distintos e, algumas delas, resolvem enxugá-las, reunindo a produção em um único local.

EPI, qual indicar?

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Hoje escrevo sobre uma clássica pergunta na gestão de segurança do trabalho: como escolher o Equipamento de Proteção Individual (EPI) para as atividades laborais? Primeiramente, devem-se conhecer os riscos específicos e o ambiente de cada setor produtivo. Afinal, é a natureza da atividade que vai indicar a ação preventiva aos riscos existentes.

Análise de riscos é o princípio da gestão de segurança

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Há na gestão de saúde e segurança do trabalho um mandamento supremo: a análise de riscos. O objetivo dessa atividade do profissional de SST é fazer um exame prévio sobre a possibilidade de acidentes num local, equipamento ou tarefa laboral.

Analisam-se os fatores de risco que levam a possíveis infortúnios de trabalho.

Não se pode deixar a manutenção de máquinas em segundo plano

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Qual é a relação entre o setor de manutenção das empresas e o Serviço Especializado de Engenharia e Medicina do Trabalho (Sesmt)? Ora, obviamente, toda manutenção executada de forma segura e regular é essencial para manter a segurança de máquinas e equipamentos em ordem, reduzindo os riscos aos trabalhadores.

Tecnologia de ponta para proteger as mãos do trabalhador

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Operários do setor de construção civil estão suscetíveis a graves acidentes devido aos objetos em queda, equipamentos perigosos que podem vir a provocar cortes e lacerações, tombos e quedas de altura. Há ainda os incidentes menos graves, envolvendo as mãos.

Para erradicar ocorrências envolvendo as mãos dos operários,

Na construção civil, o novo procedimento de prevenção começa a ser implantado

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

O momento de pandemia do Covid-19 requer planejamento e novas maneiras de relacionamento social e profissional, pois a recomendação para todas as pessoas ficarem em casa por tempo indeterminado não é possível.

Além disso, muitos trabalhadores não puderam ficar em casa porque atuam em setores considerados essenciais.

Fundacentro lança aplicativo para proteção ao trabalhador da agricultura, que vai ajudar a economia a não ir para o buraco

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Se o distanciamento social imposto pelos governos for um erro, pois segundo estudo do Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas, até o final do ano, mais de 260 milhões de pessoas enfrentarão a fome, o dobro dos números do ano passado, uma coisa é fato no Brasil de agora.

Segurança em eletricidade com nova norma, porque nem só de coronavírus vive a humanidade

 Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Enquanto escrevo este post, consigo esquecer por alguns minutos a pandemia do Covid-19. Será? Pois acabei de lembrá-la!

Mas o que importa hoje é repercutir as recomendações e orientações para trabalhadores e profissionais autônomos que podem realizar intervenções em instalações elétricas, operando, realizando manutenção e ensaios.

Primeiramente, EPCs, depois, os EPIs

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Já escrevi algumas vezes neste blog que os equipamentos de proteção individual, os EPIs, são ‘famosinhos’, já que, além dos profissionais e trabalhadores obrigados a utilizá-los, a maioria da população já ouviu falar desses instrumentos. Porém, na gestão de segurança no trabalho regida pelas normas regulamentadoras,

Inspeções de segurança precisam da participação de todos

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

As inspeções de segurança são o ‘arroz com feijão’ dos profissionais de segurança do trabalho. Utilizo essa expressão popular porque, na verdade, são atividades básicas e rotineiras no dia a dia da prevenção contra os infortúnios laborais, assim como essa dupla tão saborosa da culinária brasileira.

No entanto,

12