• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Contra o Covid-19, empresas ‘mandam’ (quase) todos os empregados para home office. Cuidado com os riscos ergonômicos

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Com a pandemia do Covid-19, o home office virou a salvação da lavoura, quer dizer, uma forma de manter a produtividade das equipes das empresas, mas com mais proteção,  por elas estarem confinadas em suas casas.

Neste blog, em que o tema de segurança do trabalho faz parte de minha lida diária,

Coronavírus: o que o trabalhador precisa saber e ouvir

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Hoje, lanço mais um episódio do Prevenir Sempre Pod, série Papo-Furado, com o tema do coronavírus, fazendo um paralelo com o importante programa de proteção respiratória. O episódio está incrível, já que o viés humorístico prende a atenção do ouvinte. E também, no post de hoje, o tema dessa assustadora epidemia global está presente.

EPI todo mundo sabe o que é, principalmente os coleguinhas!

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Quando pauta os acidentes de trabalho no País, a grande imprensa, por meio de seus repórteres, demonstra seu desconhecimento sobre o setor. Percebo isso quando leio a reportagem, citando apenas os Equipamentos de Proteção Individual, os EPIs. Para ela, os EPIs são a salvação para não haver acidentes.

Trabalhador não é criança, mas pode receber advertência

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

No Brasil, mais do que em qualquer outro país, o empregador é ‘vendido’ como vilão, e o empregado, como ‘a vítima’.  As ideologias esquerdistas são as patrocinadoras dessa narrativa, não é mesmo? Para mim, a lógica é simples. Tanto empresário como trabalhador devem ter direitos e deveres respeitados,

Trabalhador tem direito a ausentar-se para levar filho ou mulher grávida ao médico

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Apesar de a reforma trabalhista recentemente aprovada no Senado e sancionada pelo presidente Michel Temer para entrar em vigor este mês, ter sido alvo de protestos dos sindicatos, muitos direitos permanecem intactos. O que se pensou foi em modernizar as relações de trabalho, alterando questões sobre férias,