• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

É preciso haver gestão de ruído em ambiente de trabalho

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Os trabalhadores que laboram expostos aos barulhos altos, por causa de equipamentos como britadeiras e martelos perfuradores, podem ter sua audição prejudicada.

Assim, o profissional de SST precisa conhecer as normas de segurança do trabalho que determinam os limites de pressão sonora em ambientes internos e externos,

Onde está o risco ocupacional?

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Reconhecer os agentes nocivos presentes em ambientes produtivos é etapa inicial, que antecede as medidas de proteção e prevenção. O reconhecimento dos riscos significa identificá-los e quais os trabalhadores estão expostos de forma qualitativa. Além de identificar o tipo, deve-se precisar a quantidade, sabendo se os níveis estão acima ou não do limite de tolerância,

É preciso proteger o trabalhador do ruído que ensurdece

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Quem é do meio de segurança do trabalho sabe bem que a Perda Auditiva Induzida por Ruído (PAIR) ainda é uma patologia de enorme predomínio em diversas atividades produtivas.

As indústrias da construção, a metalmecânica e a da madeira são ambientes iminentemente arriscados para contrair a PAIR.

Interpretar como se mede o ruído no ambiente ocupacional é essencial para a boa gestão de SST

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

O ruído e suas consequências para os trabalhadores requerem entendimento técnico e interesse das empresas em buscar a redução de danos. Há questões que despertam dúvidas, especialmente para os que manejam as ações de prevenção de doenças e acidentes do trabalho. O profissional dessa área que não tem um conhecimento mais ampliado dos requisitos da norma não vai saber avaliar os limites de tolerância para preservar a audição do empregador exposto ao demasiado ruído ocupacional.