• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

No Brasil está todo trabalhador ficando louco!

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Vou contar um segredo: ausentei-me por uma semana da minha lida diária jornalística neste site para “encontrar e aprumar o eixo”, imitando a atitude de certo político brasileiro ocorrida na década de 80. Ora, quem não foi atingido pelos estragos da pandemia causada pelo ‘vírus chinês’? Comigo não seria diferente,

Aposentadoria especial na berlinda do STF

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Uma decisão judicial do mérito no Supremo Tribunal Federal sobre a aposentadoria especial está dando o que falar. Primeiramente, vamos explicar: a aposentadoria especial é o benefício previdenciário concedido ao trabalhador que exerce suas atividades laborais exposto a agentes nocivos, que podem causar prejuízo à sua saúde e integridade física ao longo do tempo.

Agentes cancerígenos do trabalho não darão mais direito à aposentadoria especial

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), a partir de estudo realizado, há 19 tipos de neoplasias malignas que podem estar relacionadas às atividades profissionais. Por exemplo, o câncer de pele, laringe, fígado, leucemias, câncer de mama e pulmão, isso em função dos agentes cancerígenos encontrados no ambiente ocupacional.

Direitos para os entregadores de aplicativo: se houver trabalho, é claro!

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Não digo nada nem omito opinião, apenas informo aos meus leitores: o Projeto de Lei 3577/20, do deputado Márcio Jerry (PCdoB-MA), cria direitos para os entregadores de aplicativos e tramita na Câmara dos Deputados. O texto considera empregado vinculado à empresa o profissional que, por meio de operadoras de aplicativos de entrega,

Acidentado do trabalho fique atento ao novo serviço de marcação de perícia médica

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Todo trabalhador vítima de acidente ocupacional, que precisa ficar afastado, deve solicitar o benefício de auxílio-doença junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Para tanto o segurado do INSS precisa comprovar a incapacidade por meio de perícia médica do instituto.

Por causa da pandemia do Covid-19,

Trabalhador acidentado: jogo de empurra entre INSS e empresa

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

É óbvio que o acidente de trabalho ou mesmo a doença ocupacional causa sofrimento, angústia e ansiedade às vítimas. Nos casos em que o infortúnio leva ao afastamento por mais de 15 dias, o trabalhador precisa buscar o benefício no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS),

Com a reforma da Previdência, como fica a aposentadoria especial?

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

A Aposentadoria Especial é o benefício previdenciário concedido ao trabalhador que exerce suas atividades laborais exposto a agentes nocivos, que podem causar algum prejuízo à sua saúde e integridade física ao longo do tempo. O benefício é concedido mediante a comprovação de que o trabalhador exerceu a atividade com exposição a algum agente nocivo definido pela legislação em vigor à época do trabalho realizado.

Saúde mental deve ser prioridade em programa de SST

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Quem é da área de saúde e segurança do trabalho reconhece que hoje a saúde mental tem sido um tema de crescentes discussões no ambiente de trabalho. Afinal, os transtornos mentais estão entre as principais causas de afastamentos do trabalho no mundo.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde,

Comunicação clara é o ponto alto na gestão de segurança do trabalho

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

A gestão de segurança do trabalho é desafiadora porque os profissionais envolvidos com o setor precisam conhecer a legislação, compreendendo 37 normas regulamentadoras, que passam por atualizações, e também há muitos textos legais ambíguos, que dão margem a diversas interpretações.

Acho,