• Extingue
    Extingue
  • Instituto Treni
    Instituto Treni
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg
  • Santista
    Santista

Suicídio por causa do assédio: é possível reverter essa tragédia

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Sem assédio, ninguém pensa em se matar (Foto Pixabay)

O assédio como fator que leva uma pessoa a por fim à própria vida foi tema de palestra recente promovida pelo Sindicato dos Bancários da Bahia.

Logicamente, ninguém sofre o assédio hoje e comete o suicídio amanhã. Ocorre um processo de adoecimento psicológico da vítima, em função do assédio contínuo no trabalho, que pode chegar ao ato extremo de se matar. Não é de agora que os empregados do setor bancário reclamam que a política de produção do setor bancário é massacrante. Muitos bancários veem as demandas excessivas e metas absurdas a serem batidas como assédio moral. Mas, a subjetividade que envolve esse tipo de assédio, às vezes, leva a não se perceber quem está prestes a cometer um suicídio. Até porque os funcionários, inicialmente, precisam apresentar transtornos mentais e, posteriormente, serem diagnosticados e afastados.

Pessoas que apresentam ansiedade e distúrbio do sono e, ao longo do tempo, desenvolvem depressão e síndrome de burnout (causada pelas exigências excessivas de trabalho), precisam de tratamento médico. Ponto. Chegar até o suicídio é consequência de que nada foi feito até aquele momento, como o acolhimento ao trabalhador que adoeceu devido o assédio.  Os profissionais de saúde do trabalho precisam cada vez mais dar apoio ao empregado que é afetado tão duramente pelo assédio, a ponto de levá-lo ao suicídio.

Acho mesmo de bom tom discutir o tema entre os profissionais de prevenção às doenças ocupacionais como fez o sindicato, para que seja possível reduzir esse número crescente de suicídios que tem atingido os bancários.

Agora você pode ler este post também na PATISEG, portal digital de prevenção de acidentes de trabalho, incêndio e segurança eletrônica.

Um Comentário

Deixe uma resposta



This blog is kept spam free by WP-SpamFree.