• Extingue
    Extingue
  • Instituto Treni
    Instituto Treni
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

SST desde criancinha nos bancos escolares. Por que, não?

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Segurança do trabalho começa é na infância (Foto Pixabay)

Não sei onde estão os experts em educação e segurança do trabalho deste País que ainda não descobriram o filão que o tema da segurança e saúde ocupacional precisa ocupar nos bancos escolares.

Bem, para não ser injusta, lembro que em outubro de 2012, a ex-presidente Dilma Rousseff sancionou a Lei 12.645, que estabelece que entidades governamentais e não governamentais, em parceria com as secretarias municipais e estaduais, desenvolvam atividades para os alunos do ensino médio e fundamental como, por exemplo, palestras, concursos de frases ou redação, eleição de cipeiro escolar e visitações a empresas.

Até acho que a iniciativa foi um marco na parceria educação e SST, mas minguou, porque não vejo em cidades projetos que despertem a conscientização no campo da segurança do trabalho. Se desde cedo, nos bancos escolares, as crianças tiverem acesso aos conteúdos de prevenção contra acidentes e saúde no trabalho ao longo de seu desenvolvimento, o tema as acompanhará durante toda a sua vida profissional.

Seria muito proveitoso se alguma disciplina do ensino fundamental e médio incluísse a educação em matéria de riscos e perigos nos setores produtivos. Assim como as empresas evitariam os casos de assédios moral e sexual se houvesse, desde a tenra idade, a promoção do respeito por todos, com campanhas anti-bullying.

Sem dúvida, o estabelecimento de uma cooperação entre os profissionais de segurança do trabalho e os professores traria bons frutos futuros, com trabalhadores mais saudáveis e ambientes menos insalubres.

Agora você pode ler este post também na PATISEG, portal digital de prevenção de acidentes de trabalho, incêndio e segurança eletrônica.

2 Comentários

Deixe uma resposta



This blog is kept spam free by WP-SpamFree.