• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Sem Mapa de Risco, a empresa pode ser multada

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Deve-se fazer uma mapa de risco específico a cada empresa (Foto: Pixabay)

Por que é tão importante uma empresa colocar em local de fácil acesso seu mapa de riscos, que é a representação gráfica dos perigos existentes no ambiente de trabalho? Ora, porque é imperativo e um dever do empregador informar tanto os trabalhadores como os visitantes sobre os riscos do local e as formas como controlá-los.

A ferramenta do setor de segurança do trabalho reúne dados de um diagnóstico feito sobre o ambiente laboral, estimulando a participação de todos os empregados nas medidas de prevenção. O mapa é de atribuição da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), com a participação de demais trabalhadores e assessoria do Serviço Especializado de Engenharia e Medicina do Trabalho (SESMT).

A elaboração do mapa de risco consiste em colher informações dos trabalhadores, das atividades exercidas, dos equipamentos e tipos de ambientes. Ao conhecer o processo de trabalho, coletando informações das equipes, será possível identificar os riscos. A partir dessa etapa, as medidas de prevenção também são apresentadas, como equipamentos de proteção coletivas e individuais. Nessa tarefa há também espaço para identificar os indicadores de saúde, como as causas mais frequentes de afastamentos do trabalho e as queixas de saúde.

As avaliações ambientais, por meio do Programa de Prevenção dos Riscos Ambientais (PPRA) também fazem parte do mapa de risco. A participação de todos é essencial para que o mapa reflita os reais riscos da empresa.

Agora você pode ler este post também na PATISEG, portal digital de prevenção de acidentes de trabalho, incêndio e segurança eletrônica.

Um Comentário

  1. Larissa Fernandes e Barros Aguiar

    Não entendo o mapa de risco ser uma atribuição da CIPA, visto que é um documento “fixo” e a gestão da CIPA é rotativa. Assim como os outros (PPRA, PCMSO etc) são elaborados pelo SESMT, acredito que o mapa de risco também deveria ser.

Deixe uma resposta



This blog is kept spam free by WP-SpamFree.