• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Se quiserem panetone de Natal, protejam o padeiro

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Padeiro protegido faz panetone mais gostoso (Foto Pixabay)

Não tem jeito, quando vai chegando perto das festas de final de ano, dá um frio na barriga. São tantas emoções e muita comilança! Bolos, pães e panetones para todos os gostos. Mas uma coisa é certa: com a demanda em alta, quem trabalha em panificadoras, precisa redobrar sua segurança, pois os riscos são muitos.

Faço, então, minha homenagem aos padeiros, alertando-os sobre os perigos e como evitar que passem o Natal acidentados. Primeiramente, os locais de produção de alimentos são sempre propícios a tropeção, escorregão e quedas. Portanto, o bom senso recomenda que os pisos sejam mantidos limpos, secos e sem desníveis. As passagens e as áreas de produção devem ter boa iluminação. Líquidos e gorduras no chão podem ocasionar acidentes graves. Por isso, convém limpar os derramamentos o mais rápido possível. Antes, porém, sinalize os pisos que ainda estão molhados. Durante o transporte de produtos e insumos, o empregado deve andar com cuidado, e não descer escadas com as duas mãos ocupadas.

Há um risco costumeiro que precisa de atenção frequente: as queimaduras. Logo, é preciso muito cuidado com água fervente, óleos e ingredientes quentes. Fornos, grelhas e panelas devem ser manuseados com luvas de proteção e resistentes ao calor. Vasos e recipientes de água quente precisam de rotulagem. Nesse ambiente, é claro que o calor agride o corpo humano. Daí a hidratação ser um contraponto importante: beba bastante água.

Os uniformes devem ser confeccionados com tecidos leves, de preferência, de algodão. Antes que os trabalhadores sejam ‘cozidos’ pelo calor, convém instalar exautores de ventilação. O uso de utensílio adequado ao trabalho também evita acidentes e melhora a qualidade. A cozinha das padarias precisa, obviamente, de fogão a gás ou elétrico, o que pode ser um ‘prato cheio’ para o risco de incêndio. As medidas de segurança contra o fogo precisam ser bem planejadas e vistoriadas pelos Corpos de Bombeiros da cidade. E os requisitos são tão necessários quanto obrigatórios, como extintores e rotas de fuga, entre outros sistemas de extinção de incêndio.

Para encerrar, lembro das dores musculares, que resultam do levantamento de materiais pesados. Assim, ao levantar peso, o empregado deve dobrar as pernas e não a coluna. Na hora de erguer o produto, deve-se usar a força das pernas para levantá-lo. E, nenhum trabalhador, deve carregar peso acima de seu limite.

3 Comentários

  1. Melero Channel

    Isso é fazer a diferença! O olhar fora da caixa é estar sensível a questões que estão fora de foco. Enquanto a maioria fica distraída com o consumo excessivo e o egoísmo velado , esse blog demonstra a visão humana voltada aos trabalhadores! Parabéns mais uma vez!

Deixe uma resposta



This blog is kept spam free by WP-SpamFree.