• Extingue
    Extingue
  • Instituto Treni
    Instituto Treni
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Riscos e cuidados nas atividades de movimentação de carga

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Inúmeros riscos na movimentação de cargas (Foto Pixabay)

A movimentação de cargas é uma prática presente em quase todas as atividades econômicas. A gestão dos riscos aos quais estão expostos os operadores dos equipamentos de movimentação de cargas, seja manual ou mecânica, encontra-se na NR 11 (Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de Materiais).

Na verdade, essa NR dá os parâmetros básicos de segurança, mas não abrange todos os riscos ligados à atividade. Assim, cada empresa que mantém em suas instalações as atividades com equipamentos para movimentação de carga deve elaborar um programa específico voltado às ações preventivas.

Devem ser estruturados itens importantes como o dimensionamento físico do local, o tipo de movimentação, os materiais transportados, os equipamentos usados e a capacitação dos operadores. A mecanização na atividade diminuiu os trabalhadores expostos. Porém, os riscos permaneceram. Os mais comuns são levantar, segurar, abaixar, empurrar, puxar e deslocar cargas.

O resultado desse esforço são as lesões lombares. As cargas desequilibradas geram uma distribuição irregular pelos músculos, gerando cansaço. Qualquer tipo de carga oferece algum risco, seja pelas dimensões ou por demandarem o uso de vários equipamentos ao mesmo tempo. Aos trabalhadores que fazem as atividades de forma manual, durante a avaliação dos riscos, devem-se incluir os perigos de acidentes e as lesões osteomusculares.

No caso de movimentação mecânica, os instrumentos mais utilizados são as empilhadeiras e as pontes rolantes. Num ritmo ininterrupto das tarefas com movimentação de carga, os riscos de acidentes são corriqueiros. Com isso, é necessário controlar o ritmo equipamento x trabalhadores, evitando que pratiquem várias funções. Há ainda os cuidados especiais que devem ser tomados na movimentação de produtos perigosos, como os químicos. Nesse caso, acrescentam-se mais equipamentos de proteção individual (EPI), como protetores auriculares, cintos e botas de segurança, além de capacetes. Entre as principais omissões de segurança na atividade estão a falta de treinamento a todos os envolvidos e de sinalização.

3 Comentários

  1. Evandro Simão

    As atividades com movimentação de cargas são extremamente perigosas. Só uma boa análise de prevenção de riscos pode prevenir acidentes e doenças aos trabalhadores.

  2. Heleno Dias Santiago

    Esse é o papel do prevencionista: dimensionar os riscos da movimentação de cargas e apontar as medidas necessárias para evitar sinistros. Muito boa essa matéria.

Deixe uma resposta



This blog is kept spam free by WP-SpamFree.