• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

PT, necessária para a segurança dos trabalhadores de áreas perigosas

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Antes de entrar em espaço confinado, o trabalhador precisa da Permissão de Trabalho (Foto Pixabay)

Todos que atuam com segurança do trabalho conhecem o festival de letrinhas que é o setor. Mas há um documento importantíssimo conhecido como PT, que, meu Deus do céu e da terra também, não merecia essa denominação, se é que o leitor me entende. Pois é, a Permissão de Trabalho, a PT do bem, deve estar presente em diversas situações laborais.

A PT é um requisito descrito em algumas normas regulamentadoras para oferecer maior segurança aos trabalhadores que vão executar tarefas em situais de risco. Em tese, parte-se de um ato burocrático na gestão de SST, que prevê instruções para situações de emergência. Explico: a PT é escrita em duas vias, contendo a autorização para um trabalhador executar determinada atividade. No documento devem constar as orientações sobre como desempenhar a tarefa. A PT é utilizada, entre outros, em espaços confinados, trabalho em altura, locais com atividades a quente, produtos químicos, gases ou explosivos e escavações.

Antes da realização do trabalho, a autorização é entregue pelo empregado ao seu supervisor. Deve servir tanto para a segurança como para esclarecer dúvidas sobre as etapas do trabalho. Os ambientes que oferecem risco devem ser visitados, e verificados detalhadamente os perigos e as medidas de prevenção. Após elaborado o documento, os envolvidos com o trabalho assinam, bem como o supervisor. Durante a execução da atividade, o local precisa ser sinalizado, com a PT colocada em ponto visível. Se ocorrer algum fato imprevisto, a equipe deve suspender temporariamente o serviço e comunicá-lo à equipe. No fim do expediente nessa área de risco, é feita uma inspeção e retirada dos instrumentos utilizados. A PT é enviada para arquivamento na área responsável pela segurança do trabalho.

CLIQUE NO PLAY DO THUMBNAIL ABAIXO E OUÇA O PROGRAMA PAPO-FURADO, COM EMILY SOBRAL E DOROTHEA PIRATININGA. NESTE EPISÓDIO, ELAS CONVERSAM SOBRE A NOVA GRO, NORMA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS OCUPACIONAIS, QUE O SETOR ESTÁ APOSTANDO COMO A NORMA-MÃE.

Agora você pode ler este post também na PATISEG, portal digital de prevenção de acidentes de trabalho, incêndio e segurança eletrônica.

Deixe uma resposta



This blog is kept spam free by WP-SpamFree.