• Extingue
    Extingue
  • Instituto Treni
    Instituto Treni
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Problemas com o calor excessivo devem ser previstos, e medidas adotadas

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Trabalhador não é camelo para aguentar calor excessivo (Foto Pixabay)

O calor intenso numa praia paradisíaca já é ruim de suportar, imagine calor excessivo durante a jornada de trabalho!  Ufa, ninguém merece!

No ambiente laboral, quando o calor se constitui num agente de risco ao empregado, ações preventivas para mitigar os danos à saúde precisam ser instaladas. Parece óbvio, mas há patrão que se finge de morto para não investir em bem-estar ao empregado. Afinal, não é aceitável que a pessoa sinta câimbras, exaustão e até desmaios por causa da sua exposição ao calor enquanto realiza suas atividades profissionais.

Locais com fornos e caldeiras em indústrias representam um risco maior, ainda mais se os trabalhadores estiverem executando tarefas físicas pesadas. Com a resistência prejudicada pelo ambiente insalubre e com altas temperaturas, o empregado pode ficar vulnerável a acidentes. Também aqueles que trabalham a céu aberto ficam expostos aos riscos dos efeitos dos raios solares. Portanto, na gestão de segurança do trabalho, após a análise desse tipo de risco, medidas específicas devem ser tomadas para evitar doenças e acidentes. Por exemplo, o ritmo de trabalho em operações de máquinas indutoras de calor deve ser controlado com pausas periódicas de descanso.  Proporcionar meios adequados para a hidratação dos empregados também faz parte das medidas essenciais. Assim como oferecer uniformes com tecidos leves que não impeçam a transpiração.

Os aspectos de proteções coletivas, prevendo a instalação de ar-condicionado devem fazer parte do projeto da engenharia de segurança das empresas. Os efeitos nocivos do calor excessivo são sanados quando tanto a organização do trabalho como os equipamentos listados foram previamente incluídos na gestão de segurança contra doenças e acidentes de trabalho.

Agora você pode ler este post também na PATISEG, portal digital de prevenção de acidentes de trabalho, incêndio e segurança eletrônica.

Deixe uma resposta



This blog is kept spam free by WP-SpamFree.