• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

PPR bem implantado é a base para manter seu pulmão saudável amanhã

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Máscara de proteção respiratória é essencial à segurança do trabalhador (Foto Pixabay)

A boa escolha do equipamento de proteção respiratória e os treinamentos de uso são as melhores alternativas para a saúde do trabalhador submetido a um ambiente laboral insalubre.

Antes, é claro, deve-se realizar um eficiente controle na origem do problema, com medidas como, por exemplo, o enclasuramento da fonte de contaminação, confinamento da operação, ventilação local ou geral, chegando até à substituição das substâncias usadas por outras menos tóxicas. Infelizmente, ainda há muitas empresas que não possuem o relatório do Programa de Proteção Respiratória (PPR) em dia. Como bem sabem os especialistas em segurança do trabalho, o PPR é um ‘calcanhar de Aquiles’ para a prevenção.

Tomar cuidados extremos para a proteção do pulmão dos empregados expostos ao ar contaminado com poeiras, fumos, névoas, fumaças, gases e vapores, é uma obrigação do empregador. E não adianta entregar uma máscara como a usada por Batman. Os respiradores são equipamentos de proteção individual que exigem do responsável profundo conhecimento das operações e processos, tipos de contaminantes e suas concentrações, limites de exposição de cada contaminante, tempo de exposição dos usuários e, principalmente, treinamento aos usuários. Pode-se dizer que o programa é complexo, pois requer conhecimento, testes e conscientização.

O PPR funciona como um guia para a seleção segura do respirador em cada tipo de usuário e ambiente. Para que o respirador escolhido pela empresa que será entregue ao trabalhador seja realmente capaz de protegê-lo, é preciso seguir todos os passos do guia. Outro aspecto importante do programa é o ensaio de vedação, que é quando se verifica se o respirador está adequado ao formato do rosto do usuário e se é confortável usá-lo. Se houver um PPR implantado de maneira eficiente hoje, no futuro o trabalhador não correrá riscos de desenvolver uma doença pulmonar devido aos contaminantes a que foi exposto enquanto trabalhava em ambiente insalubre.

Gostou do post? Fiz um curso da Valor Crucial que é 100% online, que me ajudou bastante a entender sobre este assunto. Gostaria de saber mais sobre os cursos da Valor Crucial que recomendo? Inclusive, quero lembrá-lo que, de hoje até o dia 12 de março, a Valor Crucial está com uma promoção de 20% de desconto em todos os cursos.

 

3 Comentários

  1. Francisco Piratininga

    As empresas precisam entender que o PPR visa a melhoria do bem-estar do trabalhador no local de trabalho, aumento da sua produtividade, diminuição da taxa de absenteísmo e, principalmente, menos custos com ações trabalhistas devido a problemas respiratórios.

Deixe uma resposta



This blog is kept spam free by WP-SpamFree.