• Extingue
    Extingue
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Quem solta balão que causa incêndio deveria arder ‘no mármore do inferno’

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Incêndio em fábrica de plástico de São Bernardo do Campo Reprodução/Twitter

Vamos falar sério, agora! Quem solta balão que resulta num incêndio de grandes proporções deveria, quando morrer, arder no mármore do inferno, sem trocadilho! No último fim de semana, um ‘sem juízo’ e ainda anônimo, porque a polícia não conseguiu identificar o criminoso, causou um incêndio ao soltar um balão, que caiu em cima da fábrica de peças automotivas Autometal, na estrada Eije Kikuti, 300, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.

O mês de festas juninas é de alegria, milho e canjica, mas não de soltar balão. Por quê? Porque quem coloca a vida humana em risco é criminoso. Não adianta achar que balão colorido no céu é lindo. Não é, não, cara pálida! Inclusive a Lei de Crimes Ambientais foi alterada, agravando a pena para a conduta de soltar balões, que possa provocar incêndios nas florestas e demais formas de vegetação, em áreas urbanas ou qualquer tipo de assentamento humano. O responsável em soltar balão que for pego, poderá ter uma pena de reclusão de dois a oito anos e multa.

Na aviação, o risco é ainda maior. Os balões podem colidir com aeronaves, enroscar nas turbinas dos aviões, provocar incêndios ou até mesmo cair na pista sobre aeronaves em abastecimento. Além disso, a estação do inverno, por causa do tempo seco, já desponta como um período de aumento dos incêndios florestais.

Logo, prevenir sempre pode. Não solte balão!

Agora você pode ler este post também na PATISEG, portal digital de prevenção de acidentes de trabalho, incêndio e segurança eletrônica.

CLIQUE NO PLAY DO THUMBNAIL ABAIXO E OUÇA O MAIS NOVO EPISÓDIO DA SÉRIE ESPAÇOS CONFINADOS

Debate nacional: atualização, sim, flexibilização, não. É o que pensa a categoria de SST

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Poderia ter sido o início de uma interlocução, mais do que necessária, entre os profissionais que trabalham na gestão de segurança do trabalho das empresas e os servidores do governo lotados nas secretarias de Inspeção do Trabalho, do Ministério da Economia, responsáveis pela aplicação das normas regulamentadoras.

É possível prevenir-se contra as doenças ocupacionais

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Em segurança do trabalho há uma palavra mágica: prevenção. Sim, sempre é possível prevenir doenças e acidentes ocupacionais.

Quando um empregado adquire uma enfermidade decorrente de sua atividade profissional é porque há uma interligação entre a doença e a atividade executada. Por exemplo,

Trabalhador rural não quer só aposentadoria, quer saúde e segurança

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Os trabalhadores rurais serão poupados na reforma da Previdência em discussão ontem no Congresso. Obviamente, novas regras vão ser necessárias, até para evitar fraudes, pois quem é honesto não é a favor de falcatrua, não é mesmo? Mas um procedimento já está previsto para o ano que vem,

É um prazer estar com vocês, ouvintes do Prevenir Sempre Pod!

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Queridos leitores, estou alçando novos voos com o público. Agora, terei também ouvintes! Teremos, pois com o lançamento do PrevenirPremprePod, o podcast de segurança do trabalho e extensão deste blog, estarei muito bem acompanhada, com Dorothea Piratininga e Eduardo Elias, da Elias Proteção.

Hierarquia no Sesmt

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Entre as especulações sobre as mudanças das normas regulamentadoras (NR) no governo Bolsonaro está a NR 4, que criou o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT).

Quem trabalha com segurança do trabalho, com certeza, precisa referir-se ao Sesmt muitas vezes por mês.

Você não pode perder o debate nacional sobre a nova SST. Mas fiquem tranquilos, estarei lá!

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Queridos leitores, no dia 13 de junho, saúde e segurança do trabalho vão estar na Globo! Será? “Não se avexem”, pois se a grande imprensa não se interessar em cobrir o debate nacional sobre a nova SST, estarei lá para acompanhar todas as discussões,

Familiares das vítimas da boate Kiss aguardam decisão do STJ, para que culpados sejam julgados por júri popular

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

O caso da boate Kiss continua nos tribunais, e sinto-me na obrigação de apresentar meu parecer sobre a tragédia que vitimou tantos jovens, pois este blog tem uma categoria de segurança e proteção contra incêndio.

A boate tinha inúmeras irregularidades, que demonstravam que seus donos não prezavam pela segurança do local.

eSocial tem mudanças programadas, que aguardam decisões do Ministério da Economia

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Um dos temas mais divulgados e esperados pelos gestores de SST é a implantação do eSocial, novo sistema de prestação de informações ao Governo Federal. O objetivo com a plataforma digital é tornar os processos dentro das empresas mais transparentes e menos complicados.

Por que as mortes por acidente de trabalho voltaram a crescer no Brasil?

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

O que mais incomoda é ver o Brasil dando passos à frente, para depois vê-lo retroceder em seus avanços. Na área de segurança do trabalho, o País vinha reduzindo o número de mortes por acidente de trabalho. Só que após cinco anos em queda,