• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Entender o incidente é prevenir o acidente

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

É preciso dar atenção ao incidente (Foto Pixabay)

Um dos grandes problemas da humanidade é não saber diferenciar alhos de bugalhos. Desculpe-me a expressão trivial, mas para escrever sobre o contraste entre acidente e incidente de trabalho, lembrei-me das duas palavras com sílabas semelhantes. Ora, o incidente é uma ocorrência que pode levar ao acidente. Ou seja, um estágio anterior, algo menos grave, como os profissionais gostam de citar: ‘um quase acidente’, não é mesmo?

No contexto de segurança do trabalho, entender sobre os dois significados é uma premissa da prevenção. Mesmo o incidente não tendo uma consequência grave, sem dano material e à integridade física do trabalhador, isso não quer dizer que não se deva dar importância ao episódio. Ao contrário, entender o incidente é prevenir o acidente. Sobre o acidente de trabalho, há o conceito legal, que é aquele que provoca lesão corporal ou perturbação funcional, que cause a perda ou a redução temporária ou permanente da capacidade para o trabalho.

E por que, na gestão de SST, deve-se dar importância aos incidentes?  Primeiramente, a gestão de prevenção de acidentes requer medidas de controle. Assim, um empregado que passa por um incidente dentro das instalações de trabalho precisa relatá-lo à gerência para que se compreenda o risco existente no local. Observar os comportamentos de risco é uma das formas de se prevenir acidentes. Como se vê, há diferença entre incidente e acidente, mas um pode levar ao outro, se houver descaso e negligência com as ocorrências envolvendo os riscos.

CLIQUE NO PLAY DO THUMBNAIL ABAIXO E OUÇA O PROGRAMA PAPO-FURADO, COM EMILY SOBRAL E DOROTHEA PIRATININGA. NESTE EPISÓDIO, ELAS CONVERSAM SOBRE A NOVA GRO, NORMA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS OCUPACIONAIS, QUE O SETOR ESTÁ APOSTANDO COMO A NORMA-MÃE.

Agora você pode ler este post também na PATISEG, portal digital de prevenção de acidentes de trabalho, incêndio e segurança eletrônica.

Atualize-se sobre as exigências de fiscalização

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Que o setor de segurança do trabalho vem passando por uma avalanche de mudanças, isso todos já sabem. Mas reconhecer novos textos legais, como é o caso das normas regulamentadoras que foram alteradas, ou mesmo saber quais documentos foram revogados e não serão mais exigidos numa fiscalização de auditores,

No trabalho, a prevenção contra a epidemia é muito importante

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Quem souber qual é o assunto mais comentado no Brasil e, também, no mundo, eu dou um doce de coco. Sim, é o coronavírus ou Covid-19. Você sabia? Então, quando a gente se encontrar pessoalmente, entrego o doce de coco. Brincadeiras à parte, o vírus que ameaça o mundo foi identificado em 1960,

Norma alterada para canteiro de obra: saiba o que mudou

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

A construção civil é um setor que contrata muitos empregados e, infelizmente, ainda vive no topo do ranking dos acidentes de trabalho. Portanto, a norma regulamentadora 18, que trata das Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção, sempre consegue mobilizar os profissionais de segurança do trabalho,

NRs: revisão necessária continua, sem contestações

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

O processo de revisão das normas regulamentadoras continua sendo conduzido pela Secretaria de Inspeção do Trabalho, do Ministério da Economia, em Brasília. Objetivo: simplificar e adequar os requisitos de proteção e segurança aos trabalhadores, de acordo com a atual realidade dos setores produtivos, além de criar um ambiente mais desburocratizado,

Expectativas sobre os CAs dos EPIs

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Com a Medida Provisória 905/2019, publicada no fim do ano passado, o tema de equipamento de proteção individual (EPIs) voltou a despertar o interesse do setor de segurança do trabalho.

Há muito profissional que fez uma leitura equivocada do texto, o que ajudou a provocar confusão sobre a medida.

Primeiramente, EPCs, depois, os EPIs

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Já escrevi algumas vezes neste blog que os equipamentos de proteção individual, os EPIs, são ‘famosinhos’, já que, além dos profissionais e trabalhadores obrigados a utilizá-los, a maioria da população já ouviu falar desses instrumentos. Porém, na gestão de segurança no trabalho regida pelas normas regulamentadoras,

Inspeções de segurança precisam da participação de todos

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

As inspeções de segurança são o ‘arroz com feijão’ dos profissionais de segurança do trabalho. Utilizo essa expressão popular porque, na verdade, são atividades básicas e rotineiras no dia a dia da prevenção contra os infortúnios laborais, assim como essa dupla tão saborosa da culinária brasileira.

No entanto,

PT, necessária para a segurança dos trabalhadores de áreas perigosas

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Todos que atuam com segurança do trabalho conhecem o festival de letrinhas que é o setor. Mas há um documento importantíssimo conhecido como PT, que, meu Deus do céu e da terra também, não merecia essa denominação, se é que o leitor me entende. Pois é, a Permissão de Trabalho,

Garis merecem respeito neste Carnaval, entenderam, foliões?

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

O Carnaval já chegou no Brasil. Na Bahia, quando não é Carnaval, tem ensaio para a festa. Agora, em todos os Estados, antes da data oficial do Carnaval, uma semana antes, já tem desfile ‘abrindo’ o Carnaval.

Resumindo, tem Carnaval o ano inteiro. Está certo,