• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

NR 35 mantém a necessidade de treinamento

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Trabalho em altura: é preciso treinamento (Foto Pixabay)

A saúde e a segurança do trabalhador não podem em nenhum momento deixar de merecer a atenção do poder público. Assim, a Secretaria de Trabalho e Previdência do Ministério da Economia está revendo, desde o ano passado, as normas regulamentadoras de SST, simplificando o atendimento aos requisitos de segurança, sem prejudicar a saúde do trabalhador. São mecanismos modernos que estão sendo incorporados, como, por exemplo, o treinamento com os recursos do ensino a distância. Além disso, outras perspectivas como vistos e vistorias estão sendo modernizados.

No caso da NR 35, que trata do trabalho em altura, alguns itens foram simplificados e, outros, cancelados. Quanto ao treinamento, não é mais obrigatório, ou seja, foi cancelada pela Portaria SEPRT no 915, de 30 de julho de 2019, a obrigatoriedade do período de reciclagem bienal.  Foi mantido, no entanto, o treinamento com carga horária mínima de 8 horas, e ministrado por um instrutor com comprovada proficiência em trabalhos em altura. Fica livre o conteúdo, que deve ser definido de acordo com o empregador. A facilidade é que, pela mudança, o trabalhador pode aproveitar o treinamento já feito em outra empresa, e também não tem obrigatoriedade de realizar uma reciclagem sempre que mudar de função ou por retorno de afastamento do trabalho.

CLIQUE NO PLAY DO THUMBNAIL ABAIXO E OUÇA O PROGRAMA DIRETO À POLÊMICA em sst, NOVO PROGRAMA DE ENTREVISTA DO PREVENIR SEMPRE POD. NESTE EPISÓDIO, EU ENTREVISTO EDUARDO ELIAS SOBRE OS PROBLEMAS DE FALTA DE SINALIZAÇÃO NO METRÔ, QUE LEVARAM AO ACIDENTE DE ELETRICISTA

Agora você pode ler este post também na PATISEG, portal digital de prevenção de acidentes de trabalho, incêndio e segurança eletrônica.

Deixe uma resposta



This blog is kept spam free by WP-SpamFree.