• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Gás em espaço confinado precisa de detecção prévia

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Espaços confinados precisam de instrumentos e estratégias de ventilação (Foto Pixabay)

Vamos lá, bater na tecla do risco de explosão em espaços confinados. Nos últimos dois meses, vários acidentes envolvendo vazamento de gás pelo País afora mostraram que diversos trabalhadores estão vulneráveis em ambientes laborais. Muitos desses acidentes de trabalho levaram as vítimas à morte. Contabilizar perdas humanas, em vez de tomar medidas de prevenção é mesmo lamentável e de uma burrice inaceitável. Portanto, explicar que ambientes que não foram projetados para a ocupação humana contínua e com meios limitados de entrada e saída, onde a ventilação existente é insuficiente para remover contaminantes, como os espaços confinados, é e sempre será necessário.

A atmosfera de determinados ambientes ocupacionais, como galerias subterrâneas de água e esgoto, gás, energia elétrica e telecomunicações, com presença de gases e vapores inflamáveis, deficiência ou excesso de oxigênio, pode causar explosões, incêndios e intoxicações.
Qual, então, deve ser a medida preventiva básica para evitar explosão em espaço confinado? Entre as inúmeras ações orientadas pela norma regulamentadora 33, sobre trabalho confinado, destaco o uso de detectores de gases. Não seria prudente o trabalhador entrar num ambiente de risco, achando que pode confiar apenas no seu olfato, não é? A leitura de possíveis gases só pode ser feita por meio de instrumentos próprios.

Na NR 33, há itens sobre as medidas técnicas para avaliar a atmosfera, antes da entrada de trabalhadores, manter as condições atmosféricas durante toda a realização dos trabalhos, por meio de monitoração, ventilação, purgando, lavando ou inertizando o local. Se uma concessionária de energia, por exemplo, conta com bons equipamentos de medição de gases e mantém profissionais capacitados para fazer a leitura dos eventuais gases, vê-se que já há medidas para preservar a vida desses trabalhadores que laboram em espaços confinados.

CLIQUE NO PLAY DO THUMBNAIL ABAIXO E OUÇA O PRIMEIRO EPISÓDIO DE PROTEÇÃO SOLAR, QUINTO DA SÉRIE PREVENIR SEMPRE POD

Agora você pode ler este post também na PATISEG, portal digital de prevenção de acidentes de trabalho, incêndio e segurança eletrônica.

Deixe uma resposta



This blog is kept spam free by WP-SpamFree.