• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Estudo mostra que zero acidente é possível em empresas

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Trabalhar com segurança é possível (Foto Pixabay)

Quando empresas responsáveis que programam e realizam ações de segurança do trabalho registram índices de ‘zero acidente’, vê-se logo que estão fazendo a coisa certa. Mais do que isso, nessas organizações, há uma manifestação clara do compromisso dos empregadores em reduzir os incidentes laborais e incentivar a cultura de segurança dos empregados. Indústrias que contam com centenas de trabalhadores exercendo atividades operacionais que têm como plano o ‘zero acidente’ demonstram, na prática, que acreditam nesse índice ideal.

Em julho, a publicação Safety Science está divulgando em seu site um estudo que mostra o fundamento que leva os programas de acidente zero nas empresas darem certo. Embasada por respostas de 27 empresas em sete países da Europa, a pesquisa entrevistou gerentes e trabalhadores, totalizando 8.819 pessoas. Resultado: o engajamento dos gerentes e empregados com a segurança do trabalho, que é incorporado às próprias estratégias de negócios, faz com que o zero acidente seja possível, não uma ideia de sonhadores.

Segurança e estratégias, quando não estão dissociadas, resultam em produtividade e proteção das equipes.  Além disso, o comprometimento e a conscientização de todos representam uma visão que impulsiona as ações que fazem a melhoria de segurança no curto, médio e longo prazos.

Outro ponto relevante do estudo diz respeito à comunicação e seu auxílio ao resultado do zero acidente. Comunicar constantemente e de forma atualizada as informações relevantes, chegando a todos os níveis da empresa, é o caminho mais adequado para atingir a meta de um ambiente de trabalho livre de acidentes. Também permitir as iniciativas descentralizadas funciona para uma visão assimilada e generalizada do zero acidente. Outro fator que complementa o apoio às atitudes descentralizadas é a construção de um ambiente aberto e de diálogo, especialmente sobre os incidentes.

Dar prioridade aos procedimentos que dão certo e disseminar entre todos os trabalhadores a ‘ambição’ em exercer suas funções laborais de forma segura resume a fórmula encontrada pela pesquisa para se atingir o zero acidente.

4 Comentários

  1. Abel mosca

    Eu acredito que pode acontecer, já tive essa experiência em uma construção, é só ter o diálogo aberto,junto com educação.

Deixe uma resposta para Ayrton Mendes Cancelar



This blog is kept spam free by WP-SpamFree.