• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Entrar em um ambiente com atmosfera explosiva representa risco de acidente

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

É possível evitar uma explosão em ambiente industrial (Foto Pixabay)

Ao escrever semanalmente sobre áreas classificadas meu objetivo principal é mostrar que há, nos ambientes industriais, grandes riscos de explosões com gases, vapores, poeiras e fibras.

A classificação de áreas deve ocorrer de acordo com a permanência e quantidade do agente explosivo no local, seja ele qual for. Além disso, é necessário conhecer as características do material explosivo e as particularidades do processo produtivo, seja de uma refinaria de petróleo ou num silo que armazena grãos. Normalmente, são os equipamentos elétricos que funcionam como fontes de ignição, quando operados em áreas com atmosferas explosivas. Esse risco existe, inclusive com fontes de energia extremamente baixas.

Não é preciso desenhar para saber que imensos danos podem ser causados em ambientes industriais, devido às explosões que acontecem diuturnamente, mas, na grande maioria das vezes, não são divulgadas. Infelizmente, muitas indústrias não têm um entendimento preciso sobre esses riscos, demonstrando uma enorme falta de atitude. O País conta com toda uma base legal para exigir, por exemplo, treinamento dos profissionais que lidam com atmosferas explosivas, com conteúdo e cargas horárias definidos, em função do maior ou menor envolvimento que o cargo determina.

Onde há presença de substância combustível, o treinamento é imprescindível. “A capacitação dos profissionais envolvidos com atmosferas explosivas é o primeiro passo para prevenir e reduzir o risco de acidente”, afirma Paulo Raña, engenheiro e representante da empresa espanhola ADIX, especializada na prevenção de explosões e proteção de pessoas e ativos. Para o executivo, conhecer as normas e legislação referentes às áreas classificadas faz parte de uma gestão responsável de ambientes industriais com risco de explosão.

Segundo Raña, quando uma empresa investe em prevenção e proteção contra os riscos de explosão, mostrando-se atenta às exigências da lei, consegue fechar melhores contratos com as seguradoras do que aquela que demonstra total descuido diante dos riscos.

 

2 Comentários

Deixe uma resposta



This blog is kept spam free by WP-SpamFree.