• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Sem explosões: poeiras industriais requerem avaliação e medidas de prevenção

Fazer controle de poeiras explosivas não é coisa simples, mas bastante necessária. A higiene ocupacional, ventilação industrial e controle de poeiras explosivas são requisitos básicos para prevenir acidentes de grandes proporções. Para isso, há uma dupla inseparável: critério técnico e investimentos. Imagine um tipo de poeira produzida no dia a dia das plantações de grãos,

Caldeiras a todo vapor! Com segurança, que mal tem?

É possível que engenheiros e acadêmicos me contestem pela afirmação que farei, mas não choramingo com críticas. Digo: a revolução industrial só foi possível graças às caldeiras. O equipamento está presente na maioria das indústrias de transformação. O vapor das caldeiras alimenta os processos de produção das indústrias. O avanço dos processos industriais obrigou que as caldeiras tivessem maior rendimento,

“Cara, eu tô trabalhando, eu tô estressado aqui. Falta tudo”: quando o médico torna-se o paciente

Um médico que foi filmado quando entrou em desespero ao receber mais um paciente no Hospital de Base de Brasília, na semana retrasada, por não ter estrutura para atendê-lo deixou milhares de telespectadores perplexos. Com o hospital lotado, o profissional se exaltou na hora em que os bombeiros chegaram com mais um paciente.  “Cara, eu tô trabalhando,

SÉRIE CEREST: Colatina, ES: vamos conhecer o pôr do sol de lá?

Ah, que bom saber de coisas boas do Brasil, especialmente quando vivemos uma crise que causa desalento às pessoas. Não sabia, mas agora que sei, vou divulgar: Colatina, que fica a 135 quilômetros de Vitória, capital do Espírito Santo, foi considerada, na década de 60, pela revista americana “Time”, uma cidade com um dos pôr do sol mais bonitos do mundo.

EPI e jalecos de hospital na rua: nem pensar!

Sim, senhores! Ainda há fascínio diante de profissionais da saúde, utilizando jaleco branco com estetoscópio no pescoço. O problema não se trata do status que esses profissionais exibem. A questão é o rotineiro uso do uniforme fora do ambiente de trabalho, como, por exemplo, em padarias próximas aos serviços de saúde. Mas o que quero ao abordar essa imprudência?

Ergonomia é mais do que sala de descompressão. É um direito ao bem-estar do trabalhador

Tenho aprendido que ergonomia, ciência que estuda a relação entre homem e trabalho, não se resume a produzir melhora pontual nas situações que geram desconforto no ambiente de trabalho. Por isso, quando pergunto o que é um ambiente de trabalho correto do ponto de vista ergonômico, parece que existe muito de abstrato na questão. Ora,

Espaço confinado: falta de conhecimento pode resultar em graves acidentes

Há inúmeras atividades profissionais, e cada uma apresenta riscos, que requerem medidas de prevenção. A gestão em SST é a única forma de preservar a vida do trabalhador. Bem, é verdade, que há uma, em especial, que considero que não é “bolinho”. Trata-se do trabalho em espaço confinado. Ora, alguém imagina executar uma atividade numa área ou ambiente que não foi projetada para ocupação do homem de forma contínua?

Engenharia de segurança do trabalho atua para preservar a saúde e integridade física do trabalhador

A aplicação da engenharia de segurança do trabalho nos ambientes dos diversos setores econômicos é inevitável para que o País cresça, preservando a saúde e segurança de sua classe trabalhadora.

Uma pessoa que chega à aposentadoria com saúde e livre de sequelas de acidentes viverá uma nova etapa de vida ostentando um padrão saudável.

Dez anos de NR -31

A norma regulamentadora 31, sobre SST na agricultura, pecuária, silvicultura, exploração florestal e aquicultura, já completou dez anos. Sua publicação em 2005, foi, sem dúvida nenhuma, uma evolução, ainda que antes tenha gerado tanta polêmica. Até hoje o texto da norma é amplamente debatido pelos representantes do setor. O que não se deve esquecer são os problemas enfrentados na área rural,

Fiscalização do trabalho: “fazer do limão, uma limonada”

Antes de serem lavrados autos de infração e efetuadas interdições em empresas de diversos ramos econômicos, a fiscalização de segurança e saúde tem algumas questões a que se preocupar. A extinção da exigência da especialização em Saúde e Segurança do Trabalho para o cargo de auditor fiscal é ainda hoje rejeitada por empresários e até por auditores que atuam há muito tempo no ramo e se tornaram especialistas em determinadas áreas.