• Extingue
    Extingue
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Em São Paulo, morre por dia um policial de acidente de trabalho

Volto ao assunto do post do dia 21 (terça-feira), sobre os riscos de produtos químicos, para falar especificamente dos policiais, incluindo bombeiros, militares, civis e federais. Nas ocorrências de acidentes com materiais perigosos, são eles que mais estão expostos aos perigos, pois são os profissionais do poder público que socorrem as vítimas quando os acidentes acontecem.

Chegou o dia de debater com os alagoanos um tema que é caro aos trabalhadores: a saúde e segurança no trabalho. Mas, o mar de Maceió, é um grande barato

É hoje, às 18 horas, na Universidade Tiradentes (UNIT), em Maceió, que estará acontecendo o Semiseg – Seminário de Segurança do Trabalho – Tecnologia como ferramenta de prevenção. Estou na cidade para falar no evento sobre Educação em SST pelas mãos da Internet e representar este site que trata, sem bolodório, de Saúde e Segurança do Trabalho.

“Apps” também em SST

O tema do post de hoje vai ao encontro do SEMISEG, Seminário de Segurança do Trabalho – ‘Tecnologia como ferramenta de prevenção’, que será amanhã, na Universidade Tiradentes (UNIT), em Maceió, às 18 horas. Tratam-se dos aplicativos voltados à segurança ocupacional. O “App”, como é carinhosamente apelidado o termo aplicativo e que vem do inglês application,

Mais cuidado com o trabalho em altura, por favor

Depois de três anos de vigência, a norma que regulamenta o trabalho em altura no Brasil, a NR 35, ainda suscita dúvidas. Estas estão relacionadas à escolha correta do sistema de proteção, ancoragem, resgate e treinamentos. “Atualmente é difícil dizer qual a porcentagem de empresas que atende a 100% dos requisitos das normas, mas com certeza já há um consentimento da importância da norma e da sua correta aplicação,

Não se pode vacilar com produto químico

O número de acidentes atendido pelo Corpo de Bombeiros com produtos químicos e perigosos em indústrias, durante os últimos anos, tem aumentado significativamente. Esses acidentes podem ocorrer durante o transporte das substâncias ou nos mais variados locais, como indústrias, hospitais, áreas de agricultura, residência e até na rua.

Diversos produtos representam um risco de explosão quando expostos em concentrações elevadas no ar atmosférico,

Alagoas, no SEMISEG, o que importa é a prevenção

Analisando isoladamente o Estado de Alagoas (estarei no SEMISEG, na sexta-feira, 24 de julho), em relação aos acidentes de trabalho, encontrei números preocupantes. Nos quatro primeiros meses de 2015, houve 38 vítimas de acidentes de trabalho, atendidas apenas num serviço de saúde de emergência do Agreste, em Arapiraca. Considerando a subnotificação dos registros,

Série Cerest. Minas Gerais luta para reverter o quadro de acidentes fatais

O Brasil não seria Brasil sem um Estado como Minas Gerais (vão dizer que estou lisonjeando MG porque sou mineira).  A estrutura da saúde do trabalhador no Estado iniciou-se em 1983, ano em que foi criada, na Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, uma área específica de saúde do trabalhador e também o Serviço Especializado de Saúde do Trabalhador do Ambulatório de Doenças Profissionais (ADP) do Hospital das Clinicas da Universidade Federal de Minas Gerais.

Vida de motorista envolve riscos. Vida de motorista-mulher, então!

Publiquei um texto sobre a lei que regulamenta a profissão de motorista no Brasil, que já completou três anos. A lei assegura a motoristas rodoviários e de passageiros um descanso de 11 horas a cada 24 horas, além de 1 hora de pausa para refeição e de 35 horas de descanso semanal remunerado. Mas o médico do trabalho Antonio Ricardo Daltrini,

Um trabalhador seguro em cada porto é que é modernização dos portos

A Lei dos Portos, de 5/6/2013, já completou dois anos e não trouxe grandes resultados práticos. A lei foi aclamada no Brasil, pois tinha o objetivo de modernizar o sistema e gerar competitividade, uma vez que existe um gargalo para o setor de infraestrutura indispensável ao crescimento do País. A reforma portuária eliminou a restrição para que os operadores de terminais de uso privado em portos públicos movimentassem cargas de terceiros.