• Extingue
    Extingue
  • Instituto Treni
    Instituto Treni
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Ginástica laboral não pode ser uma enganação

É inegável que a ginástica laboral é hoje uma ferramenta de promoção à saúde e bem-estar do trabalhador. Porém, muito preocupa quando as empresas passam a comprar serviço porque virou “moda”. Isso tem acontecido nesse mercado. Há casos em que o empregador contrata a ginástica laboral com o intuito de bajular funcionário e para mostrar-se um “bom patrão”,

O atendimento do Call Center é ruim? Pergunte ao operador por quê?

Quem precisa comunicar-se com grandes empresas e tem pela frente, pelo telefone, os profissionais de sistema de call center, especialmente dos setores de telefonia e seguradoras, sabe como é um momento desagradável. A demora no atendimento, a falta de efetividade na resolução das solicitações e o constante redirecionamento entre os variados setores, fazem pessoas serenas virarem uma fera.

Cerest de Quixeramobim vive o início de uma etapa profissional

Hoje, o trabalhador quixeramobinense já pode contar com um Cerest renovado. A cidade do sertão do Ceará, Quixeramobim, tem, segundo censo do IBGE, mais de 76 mil habitantes. Karina Loiola, coordenadora do Cerest, conta que, habilitado em 2007, suas atividades promocionais e de divulgação foram iniciadas em março de 2008. “A composição da equipe mínima do Cerest sempre foi um desafio na efetivação da política,

Tenho certeza de que, se fosse coletora de lixo, até Gisele Bündchen usaria EPI

Volto a escrever sobre os coletores de lixo, que são trabalhadores que exercem atividade extremamente deletéria. Treinamentos de conscientização, práticos e operacionais são necessários para minimizar os danos causados pela insalubridade. No entanto, hoje vou dar destaque aos equipamentos de proteção individual, que mais são indicados para a proteção desses trabalhadores. Aos coletores de resíduos doméstico e seletivo,

Armazenagem de produtos químicos deve abranger todas as etapas do processo

Armazenar produtos químicos perigosos ou não é um assunto de grande responsabilidade. Um aspecto obrigatório nessa análise é não excluir os conceitos básicos da ciência química quanto à estabilidade dos elementos, que proporciona a cada um uma característica específica. Há os químicos do tipo comburente, que desprendem oxigênio e favorecem a combustão; o corrosivo, que causa destruição visível ou mudanças permanentes à pele humana no local de contato;

Empresários participam de cursos sobre as NRs que mais impactam as indústrias

Desde o início, a revisão da NR 12, norma regulamentadora que estabelece as diretrizes para o trabalho seguro em máquinas, foi marcada pela divergência entre setores governamental e patronal. O processo chegou ao fim em 2010, porém, a questão ainda é motivo de imbróglio. Em maio, o Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais do Trabalho pediu a rejeição à proposta que susta a NR 12,

Motoristas estão expostos a níveis perigosos de vibrações, principalmente na área da ressonância da coluna vertebral

Em muitas atividades laborais, os empregados estão expostos a doenças ocupacionais em função dos diversos tipos de efeitos vibratórios. Para avaliar um sinal vibratório devem-se conhecer algumas medidas, tais como os valores de pico, valores médios, valor da raiz média, o fator de forma, o fator de crista e o valor pico-a-pico. O funcionamento de máquinas,

Trabalhadores do agreste e sertão de Alagoas são atendidos pelo Cerest Regional Arapiraca

“Falta de prevenção! O estado deve atuar para garantir a saúde e a segurança dos empregados nos ambientes de trabalho. Valorizar mais o trabalhador, para que haja qualidade de vida no trabalho e melhores salários. Infelizmente, as empresas retratam o descuido com as normas de segurança e com seus funcionários”, afirma Márcia Lúcio, farmacêutica e coordenadora do Cerest Regional de Arapiraca,

Álcool e drogas no trabalho, como lidar de forma tecnicamente correta, legal e eticamente adequada

Ausências reiteradas do trabalho, em especial no início da semana, são sinais de que o trabalhador pode ter problemas com álcool e drogas. Dados da Previdência Social mostram que, entre 2009 e 2013, o número de auxílios-doença concedidos por transtornos mentais e comportamentais pelo uso de drogas aumentou mais de 50% no País – o total foi de 49.276 benefícios.

Como dar saúde ao trabalhador da saúde?

A saúde do trabalhador da saúde foi tema de palestra recente em Santos, São Paulo. Tereza Luiza Ferreira dos Santos, psicóloga e pesquisadora da Fundacentro, abordou as doenças e acidentes de trabalho sofridos por esses profissionais. Trata-se de uma ironia, pois são essas pessoas cujas atividades consistem em melhorar a saúde humana, que mais são vítimas de doenças e acidentes de trabalho.