• Extingue
    Extingue
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

As polêmicas envolvendo a NR 12 precisam ser resolvidas para reduzir o número de membros amputados em trabalhadores

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Segurança em máquinas (Foto Pixabay)

Trabalhador com braço amputado por causa de máquina na fábrica é um fato comum no Brasil. Mas, o que é feito para que essa infelicidade deixe de existir ou pelo menos seja reduzido?

Simplesmente colocar em prática o que a boa gestão de saúde e segurança do trabalho recomenda às empresas. Só que como a aptidão do brasileiro é ver a casa ser roubada para depois tomar as providências de proteção, também em relação à segurança dos equipamentos, as empresas não aplicam como deveriam os requisitos da norma regulamentadora 12.

Essa NR é do barulho, pois nos últimos tempos já gerou atritos entre empresários, empregados e auditores fiscais do governo. Não há quem seja do setor de SST que não saiba do mimimi envolvendo seu novo texto, que entrou em vigência, que faz exigências ao empregador no que se refere aos investimentos das máquinas e equipamentos de sua empresa.  Entre outras medidas, a NR 12 do extinto Ministério do Trabalho institui o projeto para fabricação, instalação e exposição de “máquinas e equipamentos de todos os tipos”, bem como sua utilização.

Todo equipamento leva algum tipo de risco para quem o opera. Assim, a NR 12 visa garantir a integridade física dos empregados durante o trabalho em operação com máquinas. Há forma certa no trato com as máquinas. O manual de instrução precisa ser incutido nos cérebros de patrões e empregados. Além disso, a NR estabelece critérios técnicos como demarcação das áreas de circulação onde as máquinas e equipamentos são instalados. Tudo que está explicado detalhadamente no texto da NR 12 deve ser promovido ao ambiente da indústria.

Aí, sim, haverá condições físicas de segurança, especialmente com as proteções coletivas e dispositivos de segurança instalados às máquinas. Assim, faz-se um apelo aos profissionais de segurança do trabalho: convençam os membros tripartites de atualização e revisão de normas a resolverem as polêmicas da NR 12.

Agora você pode ler este post também na PATISEG, portal digital de prevenção de acidentes de trabalho, incêndio e segurança eletrônica.

Um Comentário

Deixe uma resposta



This blog is kept spam free by WP-SpamFree.