• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Ambiente de trabalho: do estresse à Síndrome de Burnout

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Do estresse ao burnout: prevenção em primeiro lugar (Foto Pixabay)

“Estou exausto, desanimado e esgotado do trabalho” é uma frase que vem sendo usada de forma recorrente nos ambientes profissionais. E a consequência tem sido o aumento de casos de Síndrome de Burnout e, logicamente, de afastamento de trabalhadores. O que se vê, antes mesmo do diagnóstico, é um quadro generalizado no mundo corporativo de funcionários estressados.

Vivendo sob pressão por produtividade, que é inerente à globalização, eles terminam por surtar, o que leva a essa situação ficar cada vez pior. Na Síndrome de Burnout, está claro que o problema é causado pelo trabalho e pela atividade laboral. Portanto, as empresas devem antecipar-se ao surto do Burnout em suas instalações e tomar medidas de conscientização, promovendo, por exemplo, palestras sobre o assunto. E não só isso, detectar excessos por produtividade e chefias arbitrárias que não ajudam em nada, ao contrário, promovem, sim, ambientes desarmônicos e infernais. Com isso, a irritabilidade entre colegas, dentro de um local em que se passam oito horas por dia, só pode produzir doenças físicas e mentais.

Antes que os trabalhadores cheguem ao INSS, até porque o instituto não tem atendido a demanda por benefícios previdenciários num prazo razoável, as empresas devem prevenir a Síndrome de Burnout, colocando essa questão na pauta da gestão de RH e de saúde e segurança do trabalho. #ficaadica.

CLIQUE NO PLAY DO THUMBNAIL ABAIXO E OUÇA O PROGRAMA DIRETO À POLÊMICA em sst, NOVO PROGRAMA DE ENTREVISTA DO PREVENIR SEMPRE POD. NESTE EPISÓDIO, EU ENTREVISTO EDUARDO ELIAS SOBRE OS PROBLEMAS DE FALTA DE SINALIZAÇÃO NO METRÔ, QUE LEVARAM AO ACIDENTE DE ELETRICISTA

Agora você pode ler este post também na PATISEG, portal digital de prevenção de acidentes de trabalho, incêndio e segurança eletrônica.

Um Comentário

Deixe uma resposta



This blog is kept spam free by WP-SpamFree.