• Extingue
    Extingue
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Ações do Abril Verde, campanha nacional em favor da segurança do trabalho, chegam à área de vigilância

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

O mês da campanha Abril Verde, que termina na próxima terça-feira, foi fecundo em parcerias em favor da segurança do trabalho no Brasil

Faz tempo que escrevo neste blog sobre a necessidade de o Sistema Único de Saúde – SUS – manter uma integração digital na área da Vigilância em Saúde do Trabalhador, pela Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador (Renast). Isso porque não há como criar políticas públicas de prevenção contra os agravos laborais, se não houver uma fotografia real dos dados sobre acidentes de trabalho, que certamente passam pelo SUS.

Assim, acho pertinente divulgar a iniciativa recente do Ministério Público do Trabalho (MPT), juntamente com a Secretaria Municipal da Saúde de Porto Alegre – Fundo Municipal da Saúde, que assinaram, este mês, um termo de compromisso, prevendo a destinação de R$ 389.323,00 a serem aplicados exclusivamente no projeto “Criação de software para extração de dados dos acidentes de trabalho, atendidos no Sistema Único de Saúde – SUS, e agravos de interesse da Vigilância em Saúde do Trabalhador”, não podendo custear tecnologias ou recursos humanos no desenvolvimento de sistemas para outros agravos.

O software permitirá sua utilização por outros órgãos públicos e terá configuração técnica que permita ser utilizado em qualquer sistema digital. O programa também terá configuração técnica que possibilite modificações posteriores de fácil realização, com objetivo de constante aperfeiçoamento.

Permitirá, ainda, interface com os sistemas digitais do MPT e da Superintendência Regional do Trabalho (SRT-RS). O valor destinado é resultado de procedimentos presididos pelas procuradoras Flávia Bornéo Funck e Priscila Dibi Schvarcz (MPT em Passo Fundo) e Thaís Fidelis Alves Bruch (MPT em Santa Cruz do Sul).

O software tornará mais prático o preenchimento de formulários e possibilitará extração instantânea de dados estatísticos que servirão para nortear políticas de prevenção.

A coordenadora do Cerest, Fabiana Hermes Suprinyak, afirma que “a parceria pretende desenvolver e implantar sistema informatizado de notificações compulsórias em saúde do trabalhador, com integração junto aos sistemas de informações assistenciais dos serviços da rede de atenção à saúde da Capital”.

Agora você pode ler este post também na PATISEG, portal digital de prevenção de acidentes de trabalho, incêndio e segurança eletrônica.

Um Comentário

Deixe uma resposta



This blog is kept spam free by WP-SpamFree.