• Vakinha
    Vakinha
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg

Riscos biológicos precisam de prevenção

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Como hipocondríaca assumida, pois estou sempre ansiosa sobre meu estado de saúde, confesso que não conseguiria trabalhar em hospitais, laboratórios de análises clínicas ou mesmo no Instituto Médico Legal (IML). Afinal, os riscos biológicos nesses ambientes me causariam pavor a cada momento que entrasse para trabalhar. Porém,

É preciso querer e utilizar estratégias para diminuir acidentes e doenças do trabalho

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Que o Brasil ocupa quarta posição no ranking de acidentes de trabalho não é novidade, especialmente dentro do setor de segurança ocupacional. Esses infortúnios laborais são uma questão de saúde pública, mas, infelizmente, banalizados pela sociedade. Normalmente, funciona assim a invisibilidade desse mal no Brasil: “Meu vizinho está afastado do emprego,

Xô descarga elétrica!

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Criar um ambiente de trabalho livre de riscos é dever de todos, mas, na prática, isso não existe, pois não há céu na terra, se é que me entendem. Entretanto, os programas de saúde e segurança do trabalho baseados nas normas regulamentadoras e legislações conseguem, sim, minimizar e controlar os diversos riscos dos ambientes profissionais.

Contra acidentes com as mãos, prevenir sempre pode. E deve!

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Encontra-se, desde hoje, hospedado neste blog e em todos os aplicativos que distribuem podcasts, a série de proteção das mãos do nosso Prevenir Sempre Pod.

Mas para nossos leitores, também trago as dicas de prevenção contra os acidentes com as mãos nessas mal traçadas linhas.

Avaliação psicológica do trabalhador em altura é obrigatória?

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Quando escrevo sobre o trabalho em altura, costumo pinçar os pontos mais controversos na área de prevenção contra acidentes. Hoje, trago a questão da avaliação psicológica, se é necessária, obrigatória ou recomendável ao trabalhador que sobe a mais de dois metros de altura para executar uma tarefa.

Proteção coletiva na indústria da construção vale muito para reduzir acidentes

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Por mais que o setor da construção civil esteja sob os olhos atentos dos profissionais de segurança do trabalho, este ainda precisa lidar com índices indesejáveis de acidentes ocupacionais. Os infortúnios laborais do setor ocorrem, principalmente, por queda de andaime, passagem e plataforma, impacto sofrido de objeto,

Percepção de risco envolve fatores humanos

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Em seu dia a dia, o profissional de segurança do trabalho deve levantar algumas questões importantes. Uma delas é a psicologia da percepção de risco por parte dos trabalhadores. Afinal, certos perigos parecem mais perigosos que outros, pois os fatores que afetam a percepção não estão apenas no campo racional.

Barragens do tipo alteamento a montante terão mais prazos para suas desativações

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

É sempre assim: depois que uma tragédia acontece, a Justiça e os órgãos de governo aparecem como resposta à catástrofe, tomando medidas e alterando normas.

Em função do rompimento da barragem em Brumadinho (MG), no início do ano, que funcionava com tecnologia de alteamento a montante,

Setor de armazenamento de grãos precisa de proteção

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Hoje trago duas informações aos leitores que gostam de textos sobre áreas classificadas, uma das categorias deste blog. No entanto, há uma boa e outra, ruim. Qual vocês querem saber primeiro? Acho que todos preferem receber a notícia ruim primeiro, pois assim conseguem digeri-la e aceitá-la, para depois saberem sobre a notícia boa,

Incêndio em hospital no Rio expõe falta de prevenção nesse tipo de instalação

Emily Sobral Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Basta acontecer uma tragédia com divulgação maciça nas TVs, para despertar a comoção popular. Assim, as equipes de reportagens das mídias ficam esmiunçando as causas por semanas a fio até o assunto ser esquecido, para dar lugar a outro fato que retroalimenta nossas tragédias e perplexidades.

Trago neste post o caso do incêndio no Hospital Badim,