• Extingue
    Extingue
  • Instituto Treni
    Instituto Treni
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg
  • Santista
    Santista

Quedas que vitimam trabalhadores na construção civil resultam da irresponsabilidade das empresas

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Estou entre aquelas pessoas que consideram urgente e necessário que se resolva o alto índice de quedas de altura na construção civil.

Os acidentes com operários de obras de engenharia têm sido motivo de preocupação em todo o País, mas parece que as empresas de engenharia não aprendem nunca o necessário cumprimento da legislação de segurança e medicina do trabalho.

19 de setembro: cobras e serpentes expõem trabalhadores rurais ao risco de acidente

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Não vou deixar as cobras pra lá, porque acidentes por picada venenosa matam. Neste post sugiro marcar na agenda o dia 19 de setembro, data que já passou, e, claro, não se tornou viral nas redes sociais, nem como piada ou por alerta de conscientização.

Sem bater a cabeça por causa dos pés

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Quando o assunto é segurança do trabalho, a prevenção deve ser da cabeça aos pés. Num ambiente laboral de risco, toda parte do corpo humano é nobre.

Escrevo isso porque fiquei comovida com uma notícia que veio lá de Guaramirim, interior de Santa Catarina.

Pode pegar um EPI no almoxarifado com CA vencido e entregá-lo ao trabalhador?

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Os profissionais de segurança do trabalho, especialmente os técnicos em início de carreira, vivem alguns dilemas quando exercem sua função.

Ora, acontece que fazer a gestão em SST da empresa tem suas ‘pegadinhas’, pois se lida com itens e parágrafos das leis,

Patrões e empregados têm responsabilidades com a segurança no ambiente de trabalho. É óbvio? Parece que não

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Hoje gostaria de lhes sugerir um tema para reflexão.

Escrevo aqui para os trabalhadores que querem cada vez mais ter direito à segurança e saúde do trabalho — e, claro, para os profissionais responsáveis em promover tais medidas de prevenção de acidentes de trabalho.

Disco de corte requer cuidados especiais para não ocorrerem graves acidentes

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Ah, não gosto de abrir meus posts com acidentes de trabalho. Quando faço isso é porque preciso lembrar aos leitores que a cada infortúnio laboral correspondem medidas de prevenção que não foram tomadas.

Aliás, falta de preparo de trabalhadores no uso de máquinas é também um dos principais motivos de acidentes.

Técnico de segurança do trabalho, assim como o de futebol, deve motivar seus comandados a cumprir com o esquema tático de prevenção

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

O Brasil é um país campeão em acidentes de trabalho. Vamos chorar, gritar e espernear? Não, primeiramente vamos educar o empregado para a segurança do trabalho. Há um personagem dentro do cenário de prevenção de acidentes das empresas que tem um papel de destaque no processo educativo e de conscientização.

Falhas na prevenção de acidentes de trabalho levam às autuações de empresas

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Não basta haver leis e normas em segurança do trabalho. É preciso fiscalizar. E foi o que fez o Ministério do Trabalho. Resultado? Em 2017, 19.870 estabelecimentos foram autuados. Do total dos casos, 47,90% foram devido ao não cumprimento de exigências do programa de controle médico de saúde ocupacional (PCMSO).

Quanto mais alto o PIB, mais acidentes em Mato Grosso. Incoerências do capitalismo tupiniquim

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Pois é… De janeiro a setembro do ano passado, a economia do estado do Mato Grosso cresceu 13,9%, enquanto a atividade econômica nacional registrou um aumento de apenas 0,6% no mesmo período.

No acumulado dos últimos quatro trimestres de 2017 em relação aos períodos anteriores,

“Jeitinho” em trava quedas é burrice e pode ser fatal

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Os andaimes suspensos estão por todas as obras do País, pois permitem o acesso dos trabalhadores a locais altos e de difícil acesso. Olhando os andaimes das construções brasileiras constata-se que todos os trabalhadores estão usando cinturarão paraquedista e trava quedas conforme exige o Ministério do Trabalho.