• Extingue
    Extingue
  • Instituto Treni
    Instituto Treni
  • Portal PatiSeg
    Portal PatiSeg
  • Santista
    Santista

Espaço confinado: risco a ser conhecido para que se consiga reduzir os acidentes fatais

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Bueiro é um espaço confinado que oferece risco aos trabalhadores (Foto Pixabay)

Os gases que se acumulam em espaços confinados são os principais responsáveis por acidentes graves, que vitimam trabalhadores. Os profissionais de segurança em empresas que prestam serviços de engenharia, com atividades em espaços confinados precisam conhecer não apenas quais são os gases que estão frequentemente nesses ambientes, como as medidas de prevenção contra acidentes.

A norma regulamentadora 33 (NR 33) estabelece os requisitos que norteiam a segurança do empregado que entra num ambiente sem ventilação suficiente aos seus pulmões para realizar alguma tarefa. Há diferentes tipos de gases, que podem ser não tóxicos, mas por reduzirem o nível do oxigênio, tornam-se asfixiantes. O gás metano é um exemplo típico de substância presente em locais confinados que não é classificado como tóxico, e nem por isso menos perigoso.

Já o monóxido de carbono e o sulfeto de hidrogênio são gases letais por serem químicos, que agem reduzindo a capacidade do corpo de absorver o oxigênio disponível no ambiente. Há também outro tipo de gás, conhecido por ser irritante, que atinge vias respiratórias e olhos. Portanto, um dos procedimentos de prevenção obrigatórios segundo os critérios da NR 33 é realizar previamente a medição do ambiente com aparelhos específicos em relação ao tipo de gases presentes e suas respectivas concentrações. Com as informações em mãos sobre esse tipo de risco do espaço confinado, é possível traçar as estratégias para a proteção do empregado que irá entrar para executar suas atividades.

Agora você pode ler este post também na PATISEG, portal digital de prevenção de acidentes de trabalho, incêndio e segurança eletrônica.

Deixe uma resposta

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.