• Adix
    Adix
  • Santista
    Santista
  • Valor Crucial
    Valor Crucial
  • FQLSolution
    FQLSolution

Garis se ferem com lixo descartado de forma errada. Isso é canalhice!

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Não é justo colocar a vida dos garis em risco (Foto Pixabay)

Garis ou coletores de lixo sofrem acidentes de trabalho diariamente ao realizar a coleta de lixo nas ruas das cidades. Pode ser por causa de um fundo de garrafa de cerveja quebrada descartado em sacola plástica sem proteção alguma, que rende um corte profundo na perna ou braço, ou por causa de uma taça de vinho quebrada, sem o devido acondicionamento.

Esses casos dão números a uma estatística que reflete a falta de respeito da sociedade com uma categoria imprescindível à saúde e qualidade de vida das pessoas. O acidente em decorrência do descarte indevido só deixará de ocorrer com a divulgação de informação e de boas práticas para o rejeito de entulho das cidades.

Segundo dados da Companhia de Melhoramento da Capital (Comcap), de Joinville (SC), somente no ano passado, a empresa registrou 242 acidentes de trabalho, resultando em 1,8 mil dias de trabalho perdidos pelo afastamento de empregados que sofreram danos à saúde. Entre os acidentes, 51 foram consequência do mau acondicionamento dos resíduos, como vidro, agulhas e lixo orgânico. Há ainda os números do litoral, em que os restos de frutos do mar, como cascas de siri, ostras, mariscos, cabeças de camarão e espinhas de peixe destacam-se entre os principais itens provocadores de lesões quando mal descartados.

É óbvio que os acidentes acarretam problemas tanto para saúde do gari  como para toda a equipe de trabalhadores, sobrecarregando os colegas para compensar a ausência do acidentado. Já passou da hora de as pessoas terem noção de que por trás da coleta há um trabalhador, que foi atingido por causa do lixo jogado fora de maneira errada. Risco ainda maior é quando o trabalhador sofre um acidente com seringas, pois, além do ferimento na própria carne, ele poderá ser contaminado por alguma doença.

Para os itens utilizados em estabelecimentos de saúde, o ideal é levar o material até uma unidade de saúde, para que seja enviado ao aterro sanitário junto com o lixo hospitalar. Se não for possível, a orientação é colocá-los em uma garrafa pet lacrada. Aos cidadãos inconscientes, façamos um apelo: não seja canalha e cuide de quem limpa sua sujeira!

Há solução para proteger as indústrias de explosão

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Escrevi já vários textos sobre os riscos de explosão em indústrias. A questão relevante é que a falta de conhecimento e até o descaso com o risco por parte dos responsáveis pelas empresas são reais. E para que menos sinistros aconteçam, vejo que há uma urgente necessidade de se divulgar as razões,

Mecânico de carro precisa ter juízo e praticar segurança

 

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Considero-me boa motorista, mas incapaz de trocar um pneu de carro; afinal, sou mulher. É uma tarefa pesada e prefiro nem arriscar. Logo, uma profissão que está completamente fora de minhas aptidões é a de mecânica de automóveis. Mas é um erro pensar que não escreveria sobre SST em oficinas mecânicas.

Como pode haver a imposição aos saltos altos quando isso afeta a saúde das mulheres?

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

O Diário de Notícias, jornal de Portugal, publicou uma matéria no último dia 8 de março que vale a pena refletir. Como ainda é o mês das mulheres, vou repercutir, neste post, a notícia do periódico português, que tascou uma crítica sobre a lei britânica.

Restrição às idas ao banheiro dá ganho de causa a empregado

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Imagine como deve ser para quem vai muitas vezes ao banheiro fazer xixi ter apenas cinco minutos por dia para desafogar a bexiga? Seria uma verdadeira tortura, não é mesmo? Independentemente de quem tem a chamada “bexiga hiperativa”, ou após tomar muitos líquidos, quando dá vontade de urinar,

Estudante do Amazonas cria manual de biossegurança para laboratórios

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Um manual que ajuda a entender procedimentos em laboratório de patologia foi criado por aluno da Universidade do Estado do Amazonas. O guia de biossegurança do estudante de Odontologia Fábio Sena, da Escola Superior de Ciências da Saúde da universidade auxilia alunos, técnicos e demais usuários de laboratórios na área da saúde a manusear substâncias com segurança.

Produtos Ex devem ser certificados, além de outras providências

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Os responsáveis pela prevenção de acidentes em indústrias sabem da importância de certificação de produtos instalados em ambientes com atmosferas explosivas. “No entanto, a instalação de equipamentos “Ex” certificados não é suficiente para evitar as explosões que têm sido noticiadas nos meios de comunicação”,

Quem trabalha no trânsito precisa estar seguro

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Todos xingam e também já xinguei os ‘marronzinhos’, quando circulava de carro pelo trânsito da cidade de São Paulo. Hoje, com a redação em São Caetano do Sul, e sem carro, não faço mais isso. Oh, categoria que parece que só quer multar! Agora,

Honestidade e consciência sobre prevenção devem nortear eleição da CIPA

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Os escândalos envolvendo políticos já não são mais aceitos passivamente por grande parte da população brasileira. A Operação Lava Jato mostra que crimes de corrupção não podem ficar impunes. A torcida é grande para que os criminosos de colarinho branco sejam condenados e vejam o ‘sol nascer quadrado’.

Gravação oculta no ambiente de trabalho: lícita ou ilícita?

Por Emily Sobral

Twitter: @EmilySobral       Periscope: @emiliasobral61

Entre tantos recursos tecnológicos disponíveis, há situações no ambiente de trabalho em que usá-los causa debates e polêmicas. Quais? A gravação de áudio oculta para ser utilizada nos tribunais. Enquanto para uns é aceitável gravar uma conversa no trabalho, mesmo que um dos interlocutores não saiba,